Vasco elimina Bahia da Copa do Brasil

O Vasco voltou a atuar mal, mas conseguiu se classificar para as quartas-de-final da Copa da Brasil, ao vencer o Bahia, por 1 a 0, nesta quarta-feira à noite, em São Januário. O resultado beneficiou a equipe carioca porque na primeira partida conseguiu marcar um gol em Salvador, ao ser derrotado por 2 a 1. O próximo adversário dos vascaínos será o Cruzeiro. Por precisar da vitória para prosseguir na competição, o Vasco pressionou o Bahia desde o início do primeiro tempo. No entanto, os vascaínos erravam ao concluir suas jogadas de ataque. Já o Bahia aproveitou para explorar os contra-ataques. A fragilidade da defesa do Vasco possibilitou aos baianos a criação das melhores oportunidades de gol. Os meias Paulo Sérgio e Preto, além do atacante Claúdio, desperdiçaram várias chances. O que irritou ao técnico Evaristo de Macedo, que comandou a equipe das arquibancadas de São Januário. Em seu lugar no banco de reservas estava o auxiliar-técnico Gil Sergipano. De tanto insistir, no primeiro lance em que realmente levou perigo de gol, o Vasco inaugurou o marcador. Em bela jogada, o atacante Marques tocou para o meia Danilo, que chutou de esquerda, da direita da grande área, sem defesa para o goleiro Emerson. No segundo tempo, os times não mudaram sua forma de atuar. Enquanto o Vasco pressionou para aumentar a vantagem, o Bahia limitou-se a explorar os contra-ataques, o que levou o goleiro Fábio a fazer difíceis defesas para assegurar o marcador. Sem obter sucesso nas jogadas de ataque, o Vasco ainda tentou explorar as cobranças de falta do meia Marcelinho Carioca para aumentar sua vantagem, mas o jogador também não atuou bem. Mesmo com os constantes erros do adversário, os baianos não conseguiram marcar seu gol e foram eliminados da Copa do Brasil. Ficha Técnica: Vasco: Fábio; Russo (Edinho), Wescley, Rogério Corrêa e Wellington Monteiro; Da Silva, Henrique (Rodrigo Souto), Danilo e Marcelinho Carioca; Souza (Anderson) e Marques. Técnico: Antônio Lopes. Bahia: Emerson; Guto, Valdomiro, Marcelo Souza e Lino (Chiquinho); Neto, Otacílio (Danilo), Preto e Paulo Sérgio; Cláudio (Marcelo Nicássio) e Nonato. Técnico: Evaristo de Macedo. Gol: Danilo aos 45 minutos do primeiro tempo. Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (Fifa-PE). Cartão amarelo: Da Silva, Preto e Marques. Local: São Januário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.