Leandro Ferreira/AE
Leandro Ferreira/AE

Vasco empata com a Ponte Preta e segue líder da Série B

Em partida polêmica, os dois times ficaram no 1 a 1; Carlos Alberto e Evando fizeram os gols da partida

AE, Agencia Estado

10 de outubro de 2009 | 19h16

Vasco e Ponte Preta fizeram uma partida movimentada na tarde deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 29.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No final, persistiu o empate por 1 a 1, que garantiu a manutenção da liderança ao Vasco. No entanto, o resultado teve a interferência direta do árbitro paranaense Edivaldo Elias da Silva. Ele anulou um gol legítimo dos vascaínos e depois marcou pênalti inexistente para o time carioca.

Veja também:

linkGuarani vence e já briga pela ponta da Série B 

Brasileirão Série B - tabela Classificação | lista Tabela

especialSÉRIE B - Leia mais sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com o empate, a Ponte Preta segue na zona intermediária da tabela. Com 40 pontos, aparece na nona colocação, ainda longe do G-4, a dez pontos da zona de acesso. Por outro lado, o Vasco, apesar de ainda líder, chegou ao seu terceiro jogo sem vitória, uma vez que vinha de uma derrota e um empate. Com isso, o time carioca tem 57 pontos, um a mais que o Guarani, segundo colocado.

No primeiro tempo, o Vasco marcou o primeiro gol, mas o árbitro assinalou impedimento de Carlos Alberto, aos 18 minutos, e anulou o lance. Já a Ponte fez aos 26 minutos e valeu. Fabiano Gadelha cobrou falta do lado esquerdo do ataque e Evando se antecipou à defesa do Vasco para tocar de cabeça.

No segundo tempo, o Vasco mudou o ataque. O técnico Dorival Júnior voltou a campo com Elton na vaga de Rodrigo Pimpão. Mas o ponto favorável ao time carioca foi a expulsão do zagueiro Jean, da Ponte, aos 20 minutos. Dez minutos depois, saiu o empate. Elton se atirou dentro da área e o árbitro assinalou pênalti do zagueiro Dezinho. Na cobrança, Carlos Alberto deslocou o goleiro Gilson e empatou.

Ainda restou tempo para o técnico Dorival Júnior ser expulso do banco de reservas. Com um a menos em campo, a Ponte preferiu segurar o resultado.

Pela 30.ª rodada da Série B, a Ponte Preta volta a campo na sexta-feira, às 21 horas, quando encara o Campinense em Campina Grande. Já o Vasco joga antes. Ainda na terça-feira, a equipe vascaína recebe o Vila Nova, em São Januário, às 21 horas.

PONTE PRETA 1 X 1 VASCO

Ponte Preta - Gilson; Dedé Jean, Dezinho e Vicente; Deda, Danilo Portugal, Tinga (Marrom) e Fabiano Gadelha; Evando (William) e Danilo Neco (Lins). Técnico: Wanderley Paiva.

Vasco - Fernando Prass; Paulo Sérgio, Gian, Fernando e Pará (Ernani); Nilton, Amaral (Alan), Fumagalli e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão (Elton) e Aloísio. Técnico: Dorival Júnior.

Gols - Evando, aos 26 minutos do primeiro tempo; Carlos Alberto (de pênalti), aos 30 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Edivaldo Elias da Silva (PR).

Cartões amarelos - Tinga, Danilo Portugal, Evando, Deda, Marrom, Dezinho, Vicente, Lins e William (Ponte Preta); Rodrigo Pimpão, Carlos Alberto, Amaral, Paulo Sérgio, Fernando, Gian e Nilton (Vasco).

Cartões vermelhos - Jean e André (Ponte Preta).

Renda - R$ 44.643,00.

Público - 3.712 pagantes.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.