Vasco empata com Palmeiras e mantém liderança

O Vasco arrancou um empate com o Palmeiras por 1 a 1, neste domingo, na Arena Barueri, e manteve a liderança isolada do Brasileirão. Apesar de não ter mais 100% de aproveitamento, o time carioca soma agora 13 pontos em cinco rodadas disputadas, deixando os palmeirenses ainda sem uma vitória sequer no campeonato. O gol do empate saiu aos 37 minutos do segundo tempo, com cobrança de falta de Juninho Pernambucano - antes, Mazinho tinha aberto o placar para os donos da casa.

GABRIELA FORLIN, Agência Estado

17 de junho de 2012 | 18h24

Na luta para sair da zona de rebaixamento do Brasileirão, o Palmeiras não poupou os titulares neste domingo, mesmo tendo jogo decisivo na quinta-feira, contra o Grêmio, também na Arena Barueri, pela semifinal da Copa do Brasil. Apesar disso, o time não conseguiu vencer, ficando com apenas dois pontos no campeonato.

Já o Vasco buscava a vitória que igualaria seu melhor início na história do Brasileirão: em 1988, venceu as cinco primeiras partidas, com a quinta justamente contra o Palmeiras. Não conseguiu. Mas comemorou o empate fora de casa, porque segue na liderança isolada do campeonato, agora com 13 pontos.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado e terminou 0 a 0, com boas oportunidades perdidas pelas duas equipes. Aos dois minutos, Luan avançou pela esquerda, cruzou e João Vitor furou, perdendo a grande chance de abrir o placar para o Palmeiras. Aos 10, o mesmo Luan apareceu de novo, chutando cruzado, mas Fernando Prass fez a defesa. Logo depois foi a vez do Vasco invadir a área com Eder Luis, que chutou para a defesa do goleiro Bruno.

Ainda no início do jogo, o Palmeiras perdeu o jogador que estava sendo mais decisivo. Aos 16 minutos, Luan correu pela esquerda, entrou na área e sentiu uma fisgada na coxa, caindo e já pedindo substituição, dando lugar para Mazinho.

Enquanto o Palmeiras se reestruturava com a saída do atacante, Juninho Pernambucano cobrou falta para o Vasco e Alecsandro desviou de cabeça, mas Bruno defendeu. Os donos da casa tiveram mais um gol desperdiçado, dessa vez por Marcos Assunção, que chutou de fora da área, mas a bola foi para a fora. Outra chance não aproveitada veio aos 28 minutos, com Mazinho, que tirou o marcador da jogada e tocou para Barcos na área, que também chutou para fora.

Fagner sofreu falta de Thiago Heleno aos 30 minutos. Juninho cobrou para o Vasco, mas a bola saiu por cima da meta do goleiro palmeirense. A equipe carioca ainda teve uma chance de gol ao 37, com Rômulo, que chutou de fora da área, mas teve a bola espalmada para escanteio em grande defesa de Bruno. Pouco antes de terminar o primeiro tempo, o volante palmeirense Marcos Assunção foi substituído por Márcio Araújo.

Apesar de apresentar menos lances decisivos, o segundo tempo contou com os dois times aproveitando mais as oportunidades de gol e, também, tomando mais cartões amarelos. O Palmeiras entrou mais ofensivo e, já nos primeiros minutos, Barcos ganhou uma dividida com Rodolfo, invadiu a área, tirou Dedé da jogada e tentou encobrir o goleiro Fernando Prass, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Não demorou muito para que o Palmeiras abrisse o placar. Aos 10 minutos, Mazinho gingou na frente de Dedé, saindo da marcação do zagueiro vascaíno, e chutou cruzado, sem chance de defesa para Fernando Prass: 1 a 0.

Aos 23 minutos, o Palmeiras teve mais uma boa chance de marcar. Daniel Carvalho tentou o cruzamento e a bola foi direto para o gol, quase surpreendendo o goleiro vascaíno. Fernando Prass, aliás, poupou o Vasco de levar mais um gol aos 29, espalmando a bola da cobrança de falta de Daniel Carvalho para escanteio.

Após ficar a maior parte do segundo tempo na defensiva, o Vasco empatou com Juninho Pernambucano, em cobrança de falta na entrada da área já aos 37 minutos. E o time carioca ainda quase virou o placar. Já no final, Juninho Pernambucano cobrou a falta e Alecsandro marcou de cabeça, mas estava impedido e o lance foi anulado pelo árbitro.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 1 VASCO

PALMEIRAS - Bruno; Cicinho, Thiago Heleno, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, João Vítor, Marcos Assunção (Márcio Araújo) e Daniel Carvalho (Maikon Leite); Barcos e Luan (Mazinho). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

VASCO - Fernando Prass; Fagner, Dedé, Rodolfo e Felipe (Thiago Feltri); Nilton, Rômulo, Juninho Pernambucano e Diego Souza (Carlos Alberto); Eder Luis e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS - Mazinho, aos 10, e Juninho Pernambucano, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS).

CARTÃO AMARELO - Thiago Heleno, Nilton, Juninho, Henrique e Felipe.

RENDA - R$ 174.090.

PÚBLICO - 6.651 torcedores.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVascoPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.