Vasco enfrenta a crise e o Inter

O técnico Dário Lourenço corre risco de ser demitido caso o Vasco dê prosseguimento ao repertório de derrotas no Campeonato Brasileiro. Em dez rodadas, já foram cinco resultados negativos, três empates e duas vitórias, uma delas no tapetão. Como conseqüência dessa campanha, o clube ocupa a zona de rebaixamento e, para amenizar um pouco a crise, precisa vencer o Internacional neste domingo, às 18h10, em São Januário.O Vasco sofre ainda por não ter um time. A diretoria aderiu à política do bom, bonito e barato, contratando 28 jogadores, a maioria de clubes de menor expressão, e o resultado do investimento é negativo. Pelo menos cinco atletas já foram dispensados por deficiência técnica.A cada jogo, o time cruzmaltino tem uma escalação e contra o Internacional não será diferente. São cinco modificações em relação à equipe que foi derrotada pelo Goiás na última rodada. De quebra, muda também a formação tática. Dário Lourenço optou por abandonar o sistema 3-5-2 e voltar para o tradicional 4-4-2.Na zaga, Alemão e Ciro, barrados, cedem lugar a Gomes e Daniel. Na lateral-esquerda, Maciel perdeu a vaga para Diego. E, para completar, os volantes Ives, suspenso, e Júnior foram preteridos por Dominguez e Osmar, respectivamente.A única coisa que não sai de moda em São Januário é o apreço do presidente Eurico Miranda pela lei do silêncio. Ninguém, a não ser ele, tem liberdade de expressão no clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.