Vasco enfrenta Mesquita e desconfiança do torcedor

Diretoria age e anuncia, nesta sexta, acerto para o retorno do atacante Jean por empréstimo de um ano

25 de janeiro de 2008 | 19h45

Com o pior elenco entre os grandes do Rio, a diretoria do Vasco segue tentando reforçar o time. Nesta sexta foi anunciado acerto para o retorno do atacante Jean por empréstimo de um ano, junto ao Saturn, da Rússia. O Vasco pagará cerca de R$ 270 mil pelo jogador. Enquanto não pode contar com Jean e Edmundo, a equipe tenta convencer seu desconfiado torcedor na partida deste sábado, contra o Mesquita, às 18h10, em São Januário. Edmundo já faz treinos físicos ao lado dos outros jogadores, mas não deve voltar em menos de duas semanas. O preparador físico do clube Luís Flávio estima que o atacante esteja com apenas 50% da capacidade física. "Ele só volta a trabalhar com bola na semana que vem. Não queremos pular as etapas", disse Flávio. Um dos enigmas criados com a chegada de Edmundo gira em torno de como será seu relacionamento com Romário. Nos treinamentos, eles mal trocam olhares, quanto mais palavras. O meia Beto, amigos dos dois, tenta fazer a ponte para que os antigos parceiros façam as pazes. "Fico neutro com relação aos desentendimentos deles. Mas tenho certeza que irão se entender aos poucos", apostou. Vasco e Mesquita somam três pontos, com uma vitória e uma derrota cada, mas o time de Romário está em quarto no grupo B, pelo saldo de gols, enquanto os adversários ocupam a sexta colocação. A vitória contra o Americano, por 1 a 0, na quarta-feira, não trouxe tranqüilidade ao Vasco. Ao contrário, diante da péssima atuação vascaína, os torcedores mais uma vez protestaram contra a diretoria e o técnico Romário. Assim, ironicamente o treinador-jogador deverá desfazer alguns experimentos. Na zaga, o volante Xavier deverá voltar ao banco, e Luizão, que teve sua situação regulamentada, passa a ser o titular ao lado de Jorge Luiz. Na lateral-esquerda, Calisto ganhará nova chance, uma vez que o destro Marcus Vinícius, improvisado contra o Americano, não foi bem. Outro resultado que não a vitória seria um desastre em São Januário, e deixaria o Vasco em delicada situação para buscar a classificação para as semifinais da Taça Guanabara, uma vez que Botafogo e Cabofriense lideram o grupo B com seis pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
VascoCarioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.