Vasco enfrenta o Madureira preocupado com desgaste

A fase de grupos da Taça Guanabara não foi problema para o Vasco, que venceu todos os seus seis jogos até a partida deste domingo, contra o Madureira, às 17 horas, em São Januário. Com o primeiro lugar do grupo B virtualmente assegurado, o técnico Vágner Mancini vai colocar em risco a campanha perfeita com vistas à estreia na Copa do Brasil e à semifinal do primeiro turno do Estadual. Alguns titulares não enfrentam o Madureira, enquanto outros que vão a campo neste domingo não jogam contra o Sousa, da Paraíba, na quarta-feira.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

07 de fevereiro de 2010 | 08h58

Com a suspensão forçada do lateral-esquerdo Márcio Careca, o treinador não tem no elenco um jogador de ofício para a posição. Suas opções são limitadas. "Posso usar o Ari, do sub-20, ou o (zagueiro) Thiago Martinelli. Ele é destro, mas pode fazer razoavelmente essa função", disse Mancini.

Além de Careca, ausência certa é Carlos Alberto, que também forçou o terceiro amarelo para entrar nas semifinais "limpo". Em seu lugar, joga Magno. No ataque, Dodô deve permanecer, com Elton - recontratado depois

do prazo de inscrição para a Taça Guanabara - jogando a estreia da Copa do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoMadureira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.