Vasco envia habeas-corpus ao STF

O ministro Nelson Jobim, do Supremo Tribunal Federal (STF), deve examinar em breve um habeas-corpus encaminhado nesta terça-feira pelo ex-presidente do Vasco da Gama, Antônio Soares Calçada, e por José Joaquim Cardoso de Lima, responsável pela manutenção do Estádio de São Januário, para suspender o inquérito aberto pela polícia do Rio de Janeiro com o objetivo de apurar as responsabilidades pelos incidentes ocorridos na final da Copa João Havelange.No habeas-corpus, os dois sustentam que a queda do alambrado não ocorreu por má conservação, mas em função de briga entre os torcedores. No pedido, Calçada e Lima argumentam que a diretoria do clube prestou assistência aos feridos e que todas as normas de segurança foram observadas tanto que ninguém morreu ou ficou com lesão grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.