Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Vasco esquece Nacional e quer vaga na Sul-Americana

Nada melhor para o Vasco do que uma vitória para aliviar a pressão no Brasileirão. Na 17.ª posição, com 26 pontos, o time é o mais novo integrante da zona do rebaixamento. Mas, nesta quarta-feira, às 22 horas, a equipe comandada por Tita pode ganhar um alento. A competição é outra, a Copa Sul-Americana, mas como até a derrota por 1 a 0 (venceu em casa por 3 a 1 no jogo de ida) para o Palmeiras, no Palestra Itália, classifica o clube da Colina às oitavas-de-final, não se fala em outra coisa em São Januário.O time paulista dá prioridade ao Brasileirão e não vai mandar a campo sua força máxima. Ainda assim, a tarefa vascaína não será simples. O time vem de três derrotas seguidas - Grêmio, Cruzeiro e Náutico - e, sob o comando de Tita, foram quatro derrotas, três vitórias e um empate.Outro obstáculo no caminho vascaíno: dos 25 atletas inscritos na Sul-Americana, três não estão mais no clube - Jean, Morais e Vinicius. Wagner Diniz, Leandro Bonfim e Edu estão machucados. Dos 19 restantes, três são goleiros. Resumo da ópera: Tita tem, na conta do chá, os 11 titulares e os sete do banco de reservas para esta quarta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.