Vasco estréia diante do Boavista na Taça Rio

Após o sufoco contra o Itabaiana, time de São Januário quer fazer um bom jogo para convencer a torcida

Sílvio Barsetti, O Estado de S. Paulo

01 de março de 2008 | 13h29

O Vasco estréia neste domingo, às 16 horas, na Taça Rio (segundo turno do Estadual do Rio) contra o Boavista, time da cidade litorânea de Saquarema, e seu treinador, Alfredo Sampaio, sabe que um eventual tropeço dentro de casa pode lhe custar o emprego. Apesar de ter atuado bem no meio de semana contra o Itabaiana, pela Copa do Brasil, o time de São Januário ainda sofre com a falta de entrosamento e de qualidade técnica da equipe. O elenco possui dois jogadores diferenciados, Morais e Edmundo, e uma promessa, Alex Teixeira. Veja também: Flamengo pega Resende no início da disputa da Taça Rio  Quanto a Edmundo, ele ainda não está na melhor forma física e seu rendimento tem caído na segunda etapa dos jogos. Sobre o incidente em que se envolveu com Alfredo Sampaio na semana passada, quando chegou a abandonar o treino e foi embora para casa de táxi, Edmundo disse que o assunto está encerrado. O mesmo discurso foi adotado por Alfredo Sampaio, que ficou alguns dias proibido de dar entrevistar por determinação do presidente do clube, Eurico Miranda. O Vasco recebeu boas informações sobre o Boavista, time que vem fazendo campanha reVascoTiago; Wagner Diniz, Jorge Luiz, Vilson e Calisto; Xavier, Amaral, Morais e Alex Teixeira; Edmundo e Alan KardecTécnico: Alfredo SampaioBoavistaErivélton; Helton, Fábio Braz, Bruno Costa e Flavinho; Bruno Moreno, Roberto Lopes, Esquerdinha e Rodrigo; Romarinho e DiogoTécnico: EdinhoÁrbitro: Luis Antonio Silva dos SantosEstádio: São JanuárioHorário: 16 horasgular no Carioca e conta com alguns jogadores experientes, como o ex-zagueiro do Vasco Fábio Braz. Para Alfredo Sampaio, o favoritismo de seu time tem que ser mostrado em campo, com a bola rolando. "Não existe mais esse negócio de vencer jogo de véspera", declarou. O Boavista perdeu na última semana o atacante Anselmo, negociado para o futebol europeu. E contratou para substituí-lo Fábio Saci, um jogador que costuma comemorar seus gols imitando um saci. Fábio estava no Uberaba-MG. Uma curiosidade nesse jogo é a escalação do árbitro Luis Antonio Silva dos Santos. Ano passado, em confronto entre Vasco e América, ele expulsou corretamente dois atletas vascaínos e, com isso, levou Eurico Miranda a dizer que jamais apitaria novamente uma partida do Vasco. Por conta de sua boa atuação naquele jogo, mas que desagradou o dirigente do Vasco, Luís Antonio ficou na 'geladeira' por um bom tempo.

Tudo o que sabemos sobre:
VascoEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.