Vasco faz duelo direto em Campinas motivado por torcida

Na luta contra o rebaixamento, o Vasco faz um confronto direto com a Ponte Preta neste domingo, a partir das 16 horas, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os dois times estão entre os quatro últimos colocados do Brasileirão, separados por apenas três pontos - a vantagem é vascaína, que tem 33 contra 30 do rival paulista.

AE, Agência Estado

27 de outubro de 2013 | 07h24

Para ganhar neste domingo em Campinas, o técnico Dorival Júnior adotou um discurso otimista por causa do desempenho vascaíno no jogo de quinta-feira, contra o Goiás, no Maracanã. O Vasco venceu por 3 a 2, mas não avançou às semifinais da Copa do Brasil. Ainda assim, deixou o campo ovacionado por mais de 35 mil torcedores, que gostaram da aplicação do time e passaram a acreditar na reabilitação no Brasileirão.

De acordo com Dorival Júnior, a reação da torcida no jogo de quinta-feira no Maracanã serviu de motivação para o elenco. "Claro que queríamos a classificação na Copa do Brasil, mas ali, naquele jogo, valeu muito também o comprometimento do grupo", disse o técnico.

Jogando em Campinas, Dorival Júnior deve optar por escalar três zagueiros - Jomar, Cris e Rafael Vaz -, a fim de dar mais proteção à defesa e não ser surpreendido por contra-ataques da Ponte Preta. Mas não terá o meia Juninho Pernambuco, principal jogador do time, que está suspenso.

Dorival Júnior acredita que os donos da casa vão jogar embalados pela classificação obtida na última terça-feira às quartas de final da Copa Sul-Americana, após superar o Deportivo Pasto. Mas destacou que a Ponte Preta também pode sofrer com o desgaste físico de seus atletas, por causa da viagem para a Colômbia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.