Divulgação
Divulgação

Vasco mantém embalo e busca empate com o Cruzeiro no Mineirão

Cariocas ficam no 2 a 2 e ainda estão na lanterna, com 20 pontos

LEONARDO AUGUSTO, ESPECIAL PARA A AE, Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2015 | 00h12

O Vasco embalou no Campeonato Brasileiro. Não chegou a sair com uma vitória do Mineirão, mas conseguiu um bom empate em 2 a 2 com o Cruzeiro, na noite desta quarta-feira, somando seu sétimo ponto em nove possíveis. Já o time mineiro chegou ao terceiro jogo sem ganhar e segue flertando com o rebaixamento.

Com o empate pela 26.ª rodada, o Cruzeiro foi a 30 pontos, em 13.º, mas apenas três pontos à frente do antepenúltimo colocado. O Vasco segue em último, com 20, a oito de deixar a zona de degola. Chapecoense e Coritiba, que também brigam contra o rebaixamento, têm seus compromissos só na quinta-feira.

O JOGO

O time carioca começou a partida se movimentando bem em campo e dominava o adversário no momento em que abriu o placar, aos 25min. Rafael Silva ganhou a corrida com o zagueiro Bruno Rodrigo e tocou na saída do goleiro Fábio. Apático até então, o Cruzeiro respondeu imediatamente. E marcou. Aos 27, Willian acertou belo chute da entrada da área sem chances para Jordi.

O dono da casa melhorou em campo e foi para o vestiário à frente no placar. Aos 42, Willian deu assistência de cabeça para Alisson, que chutou para fazer o segundo do time celeste.

O Vasco perdeu, logo aos 2min do segundo tempo, uma das melhores chances de gol da partida. Nenê, cara a cara com Fábio, chutou por cima da trave cruzeirense. O jogador tentou novamente de fora da área um minuto depois, mas errou mais uma vez. Aos 15min, Alisson cruzou e Willian cabeceou. Jordi defendeu.

O Cruzeiro ameaçava uma ou outra vez, mas era o Vasco que, assim como no início do primeiro tempo, conseguia se impor na partida. Aos 22, Andrezinho cobrou falta para boa defesa de Fábio. E, já merecendo o empate, marcou novamente. Aos 35, Andrezinho cruzou e Rafael Silva, novamente, marcou de cabeça.

O Vasco, que havia batido o Atlético-PR no Rio e a Ponte Preta em Campinas, enfrenta agora o Sport, domingo, às 16h, no Maracanã. O Cruzeiro, que vinha de empate com o Atlético-MG, encara a Chapecoense em Chapecó também no domingo, às 18h30.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO - Fábio; Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo (Paulo André) e Pará; Henrique, Willians e Ariel Cabral (Vinícius Araújo); Willian, Marquinhos (De Arrascaeta) e Alisson. Técnico - Mano Menezes.

VASCO - Jordi; Madson, Luan, Rodrigo e Julio César; Serginho (Renato Kayser), Bruno Gallo, Julio dos Santos e Nenê (Andrezinho); Rafael Silva e Herrera (Thalles). Técnico - Jorginho.

GOLS - Rafael Silva, aos 25, Willian, aos 27, e Alisson, aos 42 minutos do primeiro tempo; Rafael Silva, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto (SP).

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo, Julio Dos Santos e Serginho (Vasco); Henrique, Ceará, Vinícius Araújo e Bruno Rodrigo (Cruzeiro).

RENDA - R$ 518.245,00.

PÚBLICO - 19.888 pagantes.

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroVascoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.