Vasco minimiza ansiedade na busca pela liderança

O Vasco terá uma missão no sábado: vencer o Grêmio, em São Januário. Se o objetivo for alcançado, o time cruzmaltino vai dormir na liderança do Brasileirão e jogar a pressão sobre o Corinthians, que faz clássico no domingo com o Santos. Os jogadores vascaínos estão cientes da possibilidade, mas procuram relativizar a importância de se assumir a ponta na 24ª rodada.

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2011 | 19h20

"Não faz diferença ser líder agora. Se ficarmos até seis, sete rodadas do fim com essa diferença (um ponto para o Corinthians, 42 a 43), é lá que tudo vai ser decidido", minimizou Eduardo Costa, que volta ao time justamente para enfrentar o clube que o formou.

"Sábado é ''lenha''. É um clube em que eu tenho uma história, onde fui formado. Quando a bola rola, esqueço isso", comentou o volante, ex-jogador do Grêmio.

O técnico Cristóvão Borges tem três desfalques para o duelo: Juninho Pernambucano (em viagem à França), Felipe e Alecsandro (contundidos). Os substitutos devem ser justamente Costa, Fellipe Bastos e Elton.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoEduardo Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.