Vasco não joga bem, mas vence Moto

Mesmo sem atuar bem, o Vasco venceu, de virada, por 2 a 1, o Moto Clube, nesta quinta-feira à noite, em São Luís (MA), pela segunda fase da Copa do Brasil. Na quarta-feira, as equipes realizam a partida de volta, no Rio, e até se for derrotado por 1 a 0 o time de São Januário estará classificado à próxima etapa.O péssimo estado do gramado contribuiu para ambas equipes realizarem uma partida de baixo nível técnico. Mas, o Vasco, além de displicente em campo, sentiu a falta de seus cinco titulares contundidos, o atacante Romário, o meia Allan Delon, o volante Ygor, e os laterais direito, Thiago Maciel e, esquerdo, Ricardinho.Em casa, o Moto Clube-MA conseguiu ter o controle da partida nos minutos iniciais. Suas melhores jogadas foram em lances de bola parada.Aos 15 minutos do primeiro tempo, o atacante Samu cobrou uma falta, da intermediária, e acertou a bola no travessão. E, aos 28 minutos, o atacante Róbson aproveitou uma cobrança de falta pela direita e, de cabeça, fez o único gol da equipe.Na saída de bola, o Vasco empatou a partida, aos 29 minutos. Marco Brito chutou forte pela esquerda e Alex Dias desviou a bola, sem defesa para o goleiro Júnior.No segundo tempo, quando os times pareciam estar satisfeitos e administrando o empate, Alex Dias surpreendeu e marcou o seu segundo gol na partida, em um forte chute, de primeira, na direita da grande área, aos 24 minutos. O Moto Clube ainda terminou a partida com menos um jogador. Aos 33 minutos, Zé Raimundo, que havia substituído Róbson, foi expulso pelo juiz Lourival Filho, após cometer uma falta no meia Leozinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.