Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Vasco 'pós 6 a 0' arranca para escapar da degola no Brasileirão

Goleada para o Inter, há dois meses, foi divisor de águas para o time

Igor Ferraz, O Estado de S. Paulo

09 de novembro de 2015 | 09h08

Neste domingo, o Vasco derrotou o Palmeiras por 2 a 0 em pleno Allianz Parque, chegou a 33 pontos no Brasileirão e está a apenas dois pontos do Avaí, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Com isso, o time cruzmaltino pode sair do Z-4 já na próxima partida, cenário que não se repetia há incríveis 20 rodadas.

A situação do Vasco já parecia insustentável no dia 2 de setembro, após a derrota por 6 a 0 para o Internacional, no Beira-Rio. Áquela altura, a equipe somava apenas 16 pontos na tabela em 22 rodadas e, mais preocupante ainda, marcado só oito gols na competição. Para piorar, tinha sofrido 42. Desde então, foram 4 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, com 16 gols feitos e apenas 10 sofridos.

Desta forma, nas últimas 11 rodadas (ou nos últimos dois meses), o Vasco marcou o dobro de gols do que tinha feito nos primeiros 22 jogos do torneio. A defesa também vem mostrando melhora, já que, no mesmo período, foi cerca de quatro vezes menos vazada. Os recorrentes tropeços das equipes que ainda beiram a zona de rebaixamento também contribuíram para as projeções do time de Jorginho.

Porém, a missão ainda não é das mais simples. Com quatro jogos restando para o fim do campeonato, o Vasco ainda ocupa a vice-lanterna e tem 84% de chance de rebaixamento. Chapecoense e Fluminense possuem chances quase nulas de queda, por isso, a briga parece estar entre Vasco, Coritiba, Goiás, Avaí e Figueirense. Destes, três devem jogar a segunda divisão em 2016. Com 31 pontos, o Joinville já é virtual rebaixado.

À equipe de São Januário, quatro vitórias nas últimas partidas bastariam para escapar da queda sem depender dos rivais, já que, na história do Brasileirão por pontos corridos, nenhuma equipe foi rebaixada com 45 pontos. Para deixar o Z-4 na próxima rodada, o Vasco precisa derrotar o líder Corinthians em casa, torcer por um empate entre Coritiba e Goiás (que se enfrentam no Serra Dourada) e ainda por uma vitória do Joinville sobre o Avaí, na ressacada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.