Vasco quebra tabu com goleada sobre Friburguense

O Vasco quebrou um tabu de seis anos e venceu neste domingo, em Friburgo, o Friburguense, por 4 a 1, pela segunda rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual do Rio. Com o resultado, o time de São Januário assumiu a liderança isolada do Grupo B, com seis pontos, seguido por América, quatro, Volta Redonda, quatro, Fluminense, três, Friburguense, sem pontos, e Nova Iguaçu, sem pontos. Por causa das dimensões reduzidas em campo, o Vasco optou pelos toques de primeira na bola e, com isso, atuou em velocidade para surpreender o Friburguense no primeiro tempo. A melhor técnica dos jogadores vascaínos conseguiu superar as dificuldades, mas as conclusões ofensivas não foram eficientes. Com o adversário sob controle, o atacante André Dias desperdiçou duas oportunidades ao chutar a bola para fora. Mas, logo aos dois minutos da etapa final, André Dias se redimiu com os torcedores e abriu o marcador. Conca cobrou uma falta pelo lado direito e o atacante cabeceou a bola para o gol. Com a vantagem parcial, os vascaínos diminuíram a cadência do jogo e passaram a esperar o Friburguense em seu campo para aproveitarem os contra-ataques. A tática deu certo e, aos 20 minutos, Conca cruzou a bola na área, o atacante Leandro Amaral a escorou e o meia Morais completou de cabeça fazendo o segundo gol vascaíno. O Friburguense conseguiu diminuir a diferença aos 31 minutos, com o lateral Sérgio Gomes, em uma falha da defesa do Vasco. Mas, seis minutos depois, Leandro Amaral cobrou um pênalti, de Crispim no lateral Thiago Maciel, fez o terceiro gol e assegurou a vitória vascaína. O time de Friburgo ainda terminou o confronto com dez jogadores, porque o zagueiro Cadão foi expulso pelo árbitro William Souza Nery, aos 41 minutos, por jogada violenta. Sem poder de reação, não teve como impedir o Vasco de chegar ao quarto gol, aos 44 minutos, após uma troca de passes entre os vascaínos que terminou com um chute de Abedi. Ficha técnica: Friburguense 1 x 4 Vasco Friburguense - Adriano; Sérgio Gomes, Cadão, Ronan e Gilson (Crispim); Bidu, Daniel, Gleisson e Carlos Alberto (Júlio César); Mossoró (Ricardinho) e Ziquinha. Técnico - Cleimar Carvalho. Vasco - Cássio; Thiago Maciel, Fábio Braz, Dudar e Diego; Ygor, Yves (Abedi), Morais e Darío Conca (Mádson); Leandro Amaral e André Dias (Roberto Lopes). Técnico - Renato Gaúcho. Gols - André Dias, aos 2 minutos, Morais, aos 20 minutos, Sérgio Gomes, aos 31 minutos, Leandro Amaral, aos 37 minutos, e Abedi, aos 44 minutos do segundo tempo. Árbitro - William Marcelo de Souza Nery. Cartões amarelos - Daniel, Ronan, Ricardinho e Crispim. Cartão vermelho - Cadão. Renda - R$ 43.940,00. Público - 4.094 pagantes. Local - Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.