Vasco só empata com a Ponte por 0 a 0

O empate sem gols com o Vasco, nesta quinta-feira, em São Januário, levou a Ponte Preta a subir duas posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro ? passou do 9.º para o 7.º lugar, agora com 41 pontos. Já a equipe cruzmaltina segue próxima à zona de rebaixamento. Soma 33 pontos, quatro a mais que o Atlético-MG, clube melhor colocado da área de risco. ?Faltou valorizar a posse de bola. Isso é infantilidade?, criticou o técnico do Vasco, Renato Gaúcho, pelo resultado. O volante Galeano, da Ponte Preta, não gostou do resultado. ?Se o time tivesse forçado, era bem provável que saísse com os três pontos?.Graças à atuação do goleiro Lauro, a Ponte Preta não foi para o intervalo com o placar desfavorável. Ele defendeu o pênalti cobrado por Romário e ainda fez boa defesa em uma conclusão de Alex Dias, livre de marcação na área da equipe paulista. Antes do Romário cobrar a penalidade, Lauro o provocou: ?Vou pegar?. O atacante do Vasco chutou fraco, à meia altura, e o goleiro espalmou a bola para escanteio. Ele vibrou muito por ter vencido o duelo particular com o craque. ?Falei que iria defender e consegui ajudar a Ponte Preta. O Romário costuma bater no canto direito e fui feliz?, declarou Lauro, antes de ir para o vestiário, no intervalo. Romário foi curto e grosso: ?ele falou e pegou?, disse, abatido. No segundo tempo, o goleiro Lauro prosseguiu como o destaque do jogo. Mas não seria nada absurdo se a Ponte Preta tivesse saído de São Januário com a vitória. O meia Élson, por duas vezes, acertou a bola no travessão em cobrança de falta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.