Vasco usa todas as armas em casa

Para tentar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro, o técnico do Vasco, Dário Lourenço, disse que usará todas as armas à sua disposição neste domingo contra o São Paulo, às 16 horas, em São Januário, pela quinta rodada. O retorno de Romário, treinos secretos e mistério sobre a tática da equipe foram estratégias usadas durante a semana pelo treinador na tentativa de surpreender o adversário."Se falar que jogarei no sistema 3-5-2 ou 4-4-2 vou dar arma para o adversário. E o futebol tem dessas coisas. Tem horas em que você precisa esconder o jogo para surpreender", disse Dário Lourenço. "Tenho a certeza de que faremos uma grande partida e sairemos com a vitória."Apesar de não revelar a formação tática da equipe, a tendência é a de que o técnico do Vasco escale o time no 3-5-2 para fortalecer a marcação. Principalmente porque com o retorno de Romário, que estava afastado do time para a disputa da 1ª Copa do Mundo de futebol de areia, a equipe perde velocidade para se armar. Mas, se optar pelo 4-4-2, o zagueiro Daniel sai para a entrada do meia Têti.Mesmo pressionado por uma vitória, já que o Vasco totalizou no Nacional apenas dois empates em quatro jogos, Dário Lourenço considerou que um novo mal resultado será normal. "Jogo de vida ou morte, qualquer um é. Mas, tanto no Rio quanto em São Paulo, um vitória nossa ou deles ou o empate é algo natural. São duas grandes equipes", frisou.Se em campo, até o momento, o São Paulo tem um retrospecto melhor do que o Vasco neste Brasileiro, nos números a situação se inverte. Em 19 partidas realizadas em São Januário contra a equipe paulista, o time carioca venceu 14, perdeu somente três vezes e empatou outras duas. O placar mais expressivo foi a vitória vascaína por 7 a 1, em 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.