Vasco vence América e lidera grupo na Taça Guanabara

Nilton e Carlos Alberto marcam os gols do triunfo sobre a equipe de Romário e Bebeto pelo estadual

AE, Agencia Estado

21 de janeiro de 2010 | 00h24

Dos camarotes do Engenhão, Romário certamente não gostou do que viu nesta quarta-feira. Seu ex-clube, o Vasco, derrotou o América por 2 a 1, pela segunda rodada da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), e assumiu a liderança do grupo B, com seis pontos.

Técnico americano, Bebeto já se vê em situação desconfortável, com sua equipe ocupando a lanterna da chave - não tem nenhum ponto conquistado - e mostrando sérias deficiências técnicas.

Como mandante, o América deveria ter realizado o jogo em seu estádio, um campo menor e mais adequado ao contra-ataque. Mas para atender a interesses comercias da TV, o Engenhão e seu campo impraticável foram o palco do confronto.

O resultado foi um jogo de baixo nível técnico, prejudicado pelas muitas poças decorrentes de uma forte chuva de verão e dos sulcos do gramado em reforma do estádio.

Vasco e América até tentaram agradar ao ínfimo público com muito esforço e criaram algumas boas chances, quando a água não atrapalhava. Philippe Coutinho perdeu duas delas. Em ambas, foi parado por defesas de Roberto, ex-goleiro vascaíno. Mas melhor oportunidade foi americana: Jones Carioca fez boa jogada pela direita e cruzou para Adriano. Sem goleiro, ele pegou de canela e mandou longe.

A segunda etapa viu um futebol ainda mais desinteressante. Mas o Vasco produziu o suficiente para sair com a vitória. Logo aos cinco minutos, Nilton resolveu experimentar de muito longe. O chute foi forte, mas Roberto devia ter evitado o gol vascaíno.

Completamente desorganizado, o América desperdiçou a única grande chance que teve para empatar. Adriano mais uma vez perdeu gol feito, cara a cara com Fernando Prass, que fez boa defesa.

Aos 36 minutos, em puxada de contra-ataque, Carlos Alberto marcou o gol que se revelaria a diferença no placar, depois de aproveitar sobra de um chute de Dodô. Já nos acréscimos, Fagner se atrapalhou todo e empurrou a bola para as próprias redes e o América diminuiu.

AMÉRICA 1 X 2 VASCO

América - Roberto; Claudemir, Ciro, Evandro e Gerson; Junior, Mael, Osmar (Allan) e Jones Carioca; Adriano e Daniel Morais (Paty). Técnico: Bebeto

Vasco - Fernando Prass; Fagner, Fernando, Gian e Marcio Careca; Nilton, Jumar (Souza), Leo Gago (Paulinho) e Carlos Alberto; Philippe Coutinho (Fumagalli) e Dodô. Técnico: Vágner Mancini

Gols - Nilton, aos 5, Carlos Alberto, aos 36, Fagner (contra), aos 45 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Evandro e Gerson (América); Fagner, Dodô, Nilton, Carlos Alberto (Vasco)

Árbitro - Rodrigo Nunes de Sá

Renda e público - Não disponíveis

Local - Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.