Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Vasco vence com pênalti duvidoso e vai à final do Campeonato Carioca

Cruz-maltino carioca fará decisão contra o Botafogo

MARCIO DOLZAN, Estadão Conteúdo

19 de abril de 2015 | 18h13

Com um gol marcado após um pênalti duvidoso, o Vasco derrotou o Flamengo por 1 a 0 na tarde deste domingo e se classificou à final do Campeonato Carioca. O gol da classificação foi marcado por Gilberto, diante de mais de 53 mil presentes ao Maracanã. Assim, Botafogo e Vasco farão a decisão do Estadual.

Diferentemente do jogo de ida, dessa vez as duas equipes decidiram jogar. Lances violentos, porém, voltaram a se repetir; no primeiro tempo, os vascaínos Gilberto e Christiano foram punidos com cartão amarelo por duas entradas fortes nas costas de adversários. A do lateral-esquerdo foi com a sola da chuteira. No total, dez cartões amarelos seriam distribuídos.

No futebol propriamente dito, os dois times tiveram seus momentos de domínio na etapa inicial. Primeiro, com o Vasco. Antes dos 15 minutos, a equipe do técnico Doriva teve quatro chances de gols - duas cobranças de falta de Rodrigo, um cabeceio de Julio dos Santos e outro de Luan. Todas as conclusões, porém, pela linha de fundo.

Depois dos 15, foi a vez de o Flamengo se impor na partida. A primeira conclusão do time veio aos 19, quando Alecsandro recebeu de costas para o gol e ajeitou para Everton chutar forte, mas por cima. Aos 29, Luiz Antônio bateu falta com perigo à esquerda de Martín Silva. E, aos 30, a melhor chance do primeiro tempo: Alecsandro se antecipou à defesa em cruzamento da esquerda e, de primeira, obrigou Martín Silva a fazer grande defesa.

Os times voltaram com mudanças no segundo tempo. Precisando da vitória, o Vasco abriu mão do meio-campista Marcinho para a entrada do atacante Dagoberto, voltando de lesão. Já o Flamengo contou com a entrada de Arthur Maia na vaga de Luiz Antônio.

Assim como acontecera no primeiro tempo, o Vasco começou em cima. Aos 7, Rodrigo cabeceou e Paulo Victor salvou em cima da linha - jogadores vascaínos ficaram pedindo gol. Já aos 8, Gilberto bateu rasteiro de fora da área e o goleiro rubro-negro espalmou para escanteio.

Aos 17, o Vasco acabaria abrindo o marcador. Mas num lance que rendeu, e provavelmente ainda vai render, muita reclamação. Serginho recebeu lançamento na grande área e Wallace chegou para fazer jogada de corpo. O volante foi ao solo e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Gilberto bateu com força para fazer 1 a 0.

Como o resultado já não servia mais para o Flamengo, Luxemburgo decidiu mexer no time. Colocou Gabriel e Eduardo da Silva e avançou a marcação rubro-negra. O jogo passou a ser praticamente de meia-linha, com o Vasco jogando no contragolpe. Gabriel teve grande chance de empatar aos 34, quando chutou de primeira à queima-roupa e Martín Silva fez grande defesa. Mas, depois disso, as finalizações cessaram. E o Vasco segurou a vitória e a classificação.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 1 VASCO

FLAMENGO - Paulo Victor; Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas, Márcio Araújo e Luiz Antonio (Arthur Maia); Everton (Gabriel), Alecsandro e Marcelo Cirino (Eduardo da Silva). Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

VASCO - Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos e Marcinho (Dagoberto); Rafael Silva (Bernardo) e Gilberto (Lucas). Técnico - Doriva.

GOL - Gilberto, aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Nunes de Sá.

CARTÕES AMARELOS - Pará, Gilberto, Guiñazu, Christiano, Julio dos Santos, Bressan, Dagoberto, Wallace, Rafael Silva e Eduardo da Silva.

RENDA - R$ 2.420.610,00.

PÚBLICO - 48.221 pagantes (53.134 presentes).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.