Vasco vence Figueirense e afasta risco

O Vasco conseguiu se afastar um pouco da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Figueirense por 1 a 0, nesta quarta-feira, em São Januário - segundo triunfo consecutivo em casa. Com isso, a equipe carioca alcançou 42 pontos e a catarinense fica com 48."A equipe está de parabéns. A cada dia que passa a torcida está acreditando mais na gente. A vontade de vencer está falando mais alto", afirmou Róbson Luiz, que fez o único gol do jogo.As duas equipes criaram poucas jogadas ofensivas na primeira etapa. Destaque apenas para a atuação do goleiro Édson Bastos, autor de duas boas defesas pelo lado do Figueirense, e do meia Róbson Luiz, que acertou um forte chute no trave e quase marcou para o Vasco.No restante, excesso de passes sem objetividade e ausência de criatividade. Petkovic, por exemplo, pouco tocou na bola. A melhor jogada do Vasco ocorreu aos 28 minutos: o meia Róbson Luiz, sem opção para trocar passes, arriscou forte chute de fora da área. A bola acertou a trave e, no rebote, o lateral-esquerdo Chiquinho finalizou, obrigando Édson Bastos a fazer boa defesa.A favor do Figueirense apenas um cabeceio de César Prates, após cruzamento de André Santos, em cima do goleiro Cássio. No intervalo, o atacante Muriqui se queixou de dores musculares e foi substituído pelo lateral-esquerdo Diego. O técnico Joel Santana decidiu promover mais uma alteração: tirou Anderson para colocar André Lima em campo.O início do segundo tempo não poderia ser melhor para o Vasco. Logo aos 2 minutos, Róbson Luiz invadiu a área do Figueirense e chutou cruzado. A bola ainda acertou a trave antes de entrar: 1 a 0. Desta vez, Édson Bastos nada pôde fazer.César Prates desperdiçou boa oportunidade de empatar o jogo. Ele recebeu lançamento de Genílson e, livre de marcação, na grande área do Vasco, chutou por cima da trave.A partir daí, somente a equipe carioca levou perigo ao gol de Édson Bastos. Petkovic, por duas vezes, não conseguiu marcar. Na primeira, acertou a trave. Na outra, a bola passou rente à trave.*Por motivos técnicos esta matéria foi incluída no sistema com atraso

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.