Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Vasco vence outra e mantém liderança na Série B

No Maracanã, time supera Duque de Caxias por 1 a 0 e caminha com tranquilidade para voltar à primeira divisão

Agencia Estado

26 de setembro de 2009 | 18h42

O sonho de voltar para a divisão de elite do Campeonato Brasileiro está cada vez mais próximo de se tornar realidade para o Vasco. Na tarde deste sábado, a equipe vascaína deu mais um passo importante, ao ganhar do Duque de Caxias por 1 a 0, no Maracanã. Assim, manteve a liderança folgada na Série B, agora com 55 pontos, seis de vantagem sobre o Guarani, que está em segundo lugar.

Veja também:

linkGuarani ganha da Ponte no dérbi

linkAtlético-GO vence clássico goiano

linkFigueirense goleia o Paraná por 4 a 0

Brasileirão Série B - tabela Classificação | lista Tabela

especialSÉRIE B - Leia mais sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O Duque de Caxias vinha embalado pelas vitórias sobre Fortaleza e América-RN, mas a reação parou neste sábado - assim, segue com 30 pontos somados, na luta contra o rebaixamento. Mesmo sendo mandante do jogo, o clube da Baixada Fluminense optou por jogar no Maracanã, para faturar uma boa renda. Assim, a torcida vascaína foi grande maioria no estádio, ajudando na vitória por 1 a 0.

Apesar de nunca ter vencido o Vasco - já são cinco jogos, com quatro derrotas e um empate -, o Duque de Caxias dificultou a vida vascaína neste sábado. E não foi por falta de aviso. O técnico Dorival Júnior reforçou, durante a semana, que a partida seria complicada. Sabia que o rival jogaria recuado, explorando o contra-ataque.

E Dorival Júnior acertou em cheio. Embora tivesse mais posse de bola, o Vasco encontrou muitas dificuldades no primeiro tempo. Faltou criatividade para superar o bloqueio defensivo armado pelo Duque de Caxias, que jogou com praticamente todos os jogadores na defesa. Assim, o placar ficou no 0 a 0, provocando vaias da torcida vascaína.

"A gente tem que aparecer mais. Sair da marcação", exigiu o lateral-direito Paulo Sérgio, irritado com a reação da torcida do Vasco. "Não sei a razão das vaias. O time está bem". O meia Carlos Alberto concordou com o companheiro: "Temos que seguir assim que o gol vai sair", disse, antes de a bola voltar a rolar.

Carlos Alberto tinha razão. O gol não demorou muito para sair. Aos 4 minutos do segundo tempo, o lateral-esquerdo Ramon chutou, o goleiro Vinícius espalmou e, no rebote, o próprio Carlos Alberto fez 1 a 0 para o Vasco. E, apesar de mais algumas chances vascaínas, o placar ficou assim, garantindo mais uma vitória do líder.

CAMPANHA

Os dois times entraram em campo neste sábado, no Maracanã, com um bandeira de apoio à candidatura do Rio para ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016. A cidade vencedora será conhecida no dia 2 de outubro, na Dinamarca - as outras finalistas são Chicago, Madri e Tóquio.

DUQUE DE CAXIAS 0 X 1 VASCO

Vasco - Fernando Prass; Paulo Sérgio (Fágner), Gian, Vilson e Ramon; Nilton, Mateus, Alan e Carlos Alberto; Robinho (Adriano) e Elton (Philippe Coutinho). Técnico - Dorival Júnior

Duque de Caxias - Vinícius; Oziel, Gustavo, Santiago e Marquinho (Paulo Rodrigues); Mancuso, Thiaguinho, Leandro Teixeira (Juninho) e Leandro Chaves; Gilcimar (Leandro Cruz) e Tony. Técnico - Gilson Kleina

Gol - Carlos Alberto, aos 4 minutos do segundo tempo

Árbitro - Pablo dos Santos Alves (RJ)

Cartão amarelo - Paulo Sérgio, Oziel, Fernando Prass, Juninho, Mateus, Leandro Chaves, Santiago, Alan e Gustavo

Renda - R$ 361.391,00

Público - 25.554 pagantes

Local - Estádio Maracanã, no Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.