Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco vira no fim e vence o Resende pelo Campeonato Carioca

Thalles marca o gol da vitória aos 42 do 2º tempo e mantém Cruzmaltino na segunda posição do Grupo C

Itamar Cardin, especial para a AE, Estadão Conteudo

05 Fevereiro 2017 | 19h34

Foi difícil, mas o Vasco superou o mau início, virou sobre o Resende neste domingo e venceu por 2 a 1, em São Januário, em duelo válido pelo Campeonato Carioca. Thalles marcou o gol do triunfo já aos 42 minutos do segundo tempo.

O resultado manteve o Vasco na segunda colocação do Grupo C, com seis pontos, e deixou o time mais próximo da classificação às semifinais da Taça Guanabara. Já o Resende segue com apenas um ponto.

Na próxima rodada do Campeonato Carioca, o Vasco enfrenta o Volta Redonda, fora de casa, no domingo, mesmo dia em que o Resende encara a Portuguesa, também longe de seus domínios.

Depois da boa vitória sobre o Bangu, o técnico Cristóvão Borges praticamente manteve o time titular - a única mudança foi a entrada de Bruno Gallo no lugar de Julio dos Santos. A atuação da equipe, contudo, esteve longe de ser semelhante. Apático e desorganizado em campo, o Vasco começou mal e foi pressionado desde o início do jogo.

E a primeira boa chance do Resende veio logo aos 20 segundos. Após erro de Alan Cardoso, o atacante Kiros dominou sozinho, invadiu a área e chutou para boa defesa de Martín Silva. Seis minutos depois o goleiro uruguaio foi novamente providencial após outro erro da zaga: Jhullian recebeu passe de Rogerinho e finalizou rasteiro, no canto, com perigo. Com o pé, Martín Silva salvou.

Mas, aos oito minutos, quando o Resende ampliava seu domínio mesmo jogando em São Januário, o goleiro uruguaio não teve o que fazer. Depois de bom cruzamento de Muriel, Kiros cabeceou no canto, sem qualquer chance para Martín Silva, e abriu o placar para o time visitante.

O gol, enfim, fez o Vasco despertar. A primeira boa chance veio aos 17, quando Alan Cardoso cruzou e Thalles desperdiçou a oportunidade. O próprio atacante teve outra boa chance aos 22: Nenê cobrou falta, o goleiro Arthur saiu mal e ele cabeceou por cima.

A tônica do primeiro tempo se manteve a mesma até o fim. Embora apresentasse maior volume de jogo, o Vasco pecava nas finalizações e desperdiçava inúmeras oportunidades. Yago Pikachu, aos 24, recebeu sozinho na direita e chutou rasteiro, cruzado, para grande defesa de Arthur. Pouco depois Guilherme Costa aproveitou rebote e finalizou por cima do gol.

Para o segundo tempo, Cristóvão apostou em duas alterações: entraram Rafael Marques e Jean nos lugares de Rodrigo, que sofreu contusão, e Evander. E, logo aos dois minutos, após boa troca de passes, a equipe chegou ao empate. Pikachu recebeu de Nenê, cruzou rasteiro e Escudero completou para as redes.

Após o gol, o Vasco aumentou ainda mais a pressão. Nenê, aos oito, bateu falta com classe e acertou a trave. Pouco depois, em cobrança de escanteio, Thalles cabeceou por cima, com perigo, e quase virou o placar. A resposta do Resende veio no lance seguinte: Dieyson cruzou e Jhulliam testou com perigo - sem tempo para reagir, Martín Silva apenas observou a bola sair rente à trave.

Embora o resultado fosse ruim às duas equipes, o ritmo do jogo diminuiu nos minutos seguintes. O Vasco até controlava a posse de bola, mas chegava sem grande perigo ao ataque. E, já no fim do duelo, quando o empate parecia que prevaleceria, Thalles aproveitou cruzamento de Muriqui e bateu com firmeza, para decretar a virada vascaína.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 x 1 RESENDE

VASCO - Martín Silva; Yago Pikachu, Rodrigo (Rafael Marques), Luan e Alan Cardoso (Muriqui); Bruno Gallo, Evander (Jean), Guilherme Costa, Nenê e Escudero; Thalles. Técnico: Cristóvão Borges.

RESENDE - Arthur; Muriel, Thiago Sales, Leandrão e Dieyson; Gustavo (Cássio), Vitinho, Rogerinho (Wandinho) e Marcel; Jhulliam e Kiros (Yago). Técnico: Ademir Fonseca.

GOLS - Kiros, aos oito minutos do primeiro tempo; Escudero, aos dois, e Thalles, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Nenê e Escudero (Vasco); Rogerinho e Marcel (Resende).

PÚBLICO - 4.734 pagantes (5.520 presentes).

RENDA - R$ 115.840,00.

ÁRBITRO - Rodrigo Carvalhaes de Miranda.

LOCAL - Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Mais conteúdo sobre:
Vasco futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.