Vavá será sepultado amanhã no Rio

O atacante Vavá, bicampeão mundial pela seleção brasileira de futebol em 1958 e 1962, morreu hoje, aos 67 anos, de problemas cardíacos. O pernambucano Edvaldo Izídio Neto estava internado havia três dias na Clínica São Victor, na Tijuca, na zona norte do Rio. O enterro está previsto para amanhã, às 11 horas, no Cemitério do Catumbi, na zona norte. Os problemas de saúde do jogador se agravaram após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no final de 2000, que o deixou de cadeira de rodas. Vavá atuou pelo Sport, Palmeiras, Portuguesa, Atlético de Madri, mas seu coração era do Vasco, time que o ajudou financeiramente durante sua internação há dois anos. Bem humorado e sempre rodeado de amigo, Vavá sofreu muito ao perder seus companheiros de equipe. Em maio de 2001, quando, aos 72 anos, morreu Waldir Pereira, o Didi, vítima de um câncer no fígado, Vavá foi o que mais chorou no enterro. Ele chegou de cadeira de rodas, já bastante debilitado, e permaneceu ao lado do caixão. O atacante havia sofrido várias isquemias e fazia fisioterapia no Vasco até recentemente. "Ele me ligou há uns três dias para conversar.Falou sobre seus problemas de saúde e da fisioterapia", conta Eurico Miranda, presidente do Vasco. "Ele vai deixar saudade porque foi um grande campeão", completou Miranda. Para o técnico de futebol Jairzinho, que jogou com Vavá em 64, o atacante é um exemplo para a juventude que está aprendendo futebol. "Ele sempre foi meu ídolo. Eu sou atacante como ele. Para mim, ele sempre foi um exemplo de como jogar. Vavá quase se matava na hora de se jogar de cabeça para atingir uma bola." O ex-jogador da seleção brasileira, Zizinho, lamentou a morte de Vavá. "Nós éramos muitos amigos. A última vez que nos vimos foi no dia 21 de julho, durante o 7o encontro de atletas, em Cordeiro, onde fomos homenageados", disse. "A minha tristeza ainda é maior porque estou vendo muitos amigos irem embora. Ainda estou muito abalado com a morte do meu amigo Décio Esteves (ex-Bangu) e agora vem essa notícia do Vavá."

Agencia Estado,

19 de janeiro de 2002 | 16h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.