Nacho Doce/Reuters
Nacho Doce/Reuters

Veja 5 respostas sobre o futuro do Maracanã

Estádio está sem manutenção e jogos de futebol

O Estado de S.Paulo

16 Fevereiro 2017 | 11h38

Nos próximos dias, o imblóglio sobre o futuro do Maracanã deverá ser resolvido. A expectativa é de que uma nova empresa assuma a administração do local e, assim, reabra o estádio para partidas de futebol e eventos.

Por que o Maracanã está fechado?

O estádio está sem manutenção. A Concessionária Maracanã reclama que o Comitê Organizador dos Jogos do Rio não devolveu o estádio da maneira que deveria. O consórcio alega ter prejuízos e quer se desfazer da administração do local.

Quem administra atualmente o Maracanã?

A Concessionária Maracanã é formada pela construtora Odebrecht e pela empresa americana AEG, dona da equipe de basquete da NBA Los Angeles Lakers. Odebrecht tem 90% do contrato.

Quem vai administrar o Maracanã?

Duas empresas têm interesse na gestão do estádio: Lagardère e GL Events. A primeira, de origem francesa, administra aproximadamente 60 arenas em todo o mundo e fez uma proposta financeira de R$ 60 milhões para ter o contrato. A GL Events é especialista em gerir espaços de eventos. Um deles é o Riocentro. É parceira do Flamengo.

Quando o Maracanã voltará a receber partidas de futebol?

A data está indefinida. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) tem pressionado a concessionária que administra o Maracanã para que o estádio receba semifinais e a final da Taça Guanabara, mas não obteve êxito. O gramado secou e está sem condições de receber jogos nesse momento.

O Maracanã é rentável?

A Concessionária Maracanã teve prejuízo acumulado em três anos (2013, 2014 e 2015) de R$ 173 milhões. O balanço de 2016 ainda não foi divulgado. No ano passado, o estádio ficou boa parte da temporada alugado ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio. A arrecadação com jogos e eventos é insuficiente para cobrir os custos de manutenção do estádio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.