Marco Bertorello/AFP
Marco Bertorello/AFP

Veja a repercussão após a atuação de gala de Cristiano Ronaldo

Português marcou os três gols da vitória da Juventus sobre o Atlético de Madrid e classificou o time italiano para as quartas da Liga dos Campeões

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2019 | 21h00

Em um dia histórico em sua carreira, Cristiano Ronaldo fez três gols e levou a Juventus para as quartas de final da Liga dos Campeões com uma atuação de gala na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético de Madrid, em Turim. Como não podia deixar de ser, a sua brilhante exibição repercutiu em todo o mundo.  

O jornal italiano Gazzetta dello Sport chamou o atacante de rei e diz que 'ele pegou a equipe pela mão, tirou o medo da alma dos companheiros e fez sua presença ser sentida lá em cima, como um ar rarefeito. O Tuttosport, também da Itália, diz que a Juventus viveu um conta de fadas. 

Na Espanha, o AS resumiu o que foi a partida em uma chamada: 'Cristiano devora o Atlético'. O Marca colocou em sua chamada: "Ronaldo carrasco do Atlético". E lembrou a facilidade do atacante para marcar contra o clube espanhol. Foram 25 gols em 33 jogos. O Mundo Deportivo preferiu criticar o Atlético. "Noite negra do Atlético em Turim. Uma das piores da era Simeone."

Em Portugal, terra de CR7, o Diário de Notícias estampou a manchete: "Super Ronaldo elimina o Atlético e humilha o Real Madrid". O Jogo lembrou que o atacante fez seu primeiro Hat Trick (três gols em um jogo) com a camisa da Juventus. 

O Daily Mail, da Inglaterra, lembrou que a Juventus não conquista a Liga dos Campeões desde 1996 e foi buscar Cristiano Ronaldo justamente para tentar acabar com o jejum. "A Juventus voltou-se para o homem que lhes causou - e a tantos outros - tanto sofrimento. Basta olhar para o Real Madrid sem ele. Derrotado pelo Ajax. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.