Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Veja como River e Boca conseguiram chegar na decisão da Libertadores

Equipe argentinas superam brasileiros na semifinal e chegam com campanhas idênticas

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2018 | 09h30

River Plate e Boca Juniors farão, pela primeira vez na história, uma decisão de Libertadores envolvendo dois times argentinos. Após passarem por Grêmio e Palmeiras, respectivamente, os rivais irão duelar pela taça da principal competição continental, após fazerem campanha idêntica ao longo da competição.

Os dois times iniciam a decisão na próxima quarta-feira, no estádio de La Bombonera, casa do Boca Juniors, em Buenos Aires. Já o duelo da volta aconteceria no dia 28 do mesmo mês, mas pode ter a data alterada, pois dois dias depois terá início a reunião do G-20 (principais países do mundo), na capital argentina, e o evento acontecerá próximo do estádio do River Plate.

Campanha do River Plate na Libertadores

Para chegar na decisão, o River Plate foi o primeiro do grupo 4, que tinha Flamengo, Santa Fe e Emelec. Resultados do River na fase de grupos, na ordem:

Flamengo 2 x 2 River

River 0 x 0 Santa Fe

Emelec 0 x 1 River

River 2 x 1 Emelec

Santa Fe 0 x 1 River

River 0 x 0 Flamengo

​Como foi o River no mata-mata

Nas oitavas, o River Plate empatou por 0 a 0 com o Racing-ARG, no Presidente Perón, e depois venceu por 3 a 0, em casa. Nas quartas de final, novamente a equipe finalista começou com um empate fora de casa sem gols diante do Independiente-ARG e no Monumental de Núñez fez 3 a 1. E na semifinal, a equipe argentina perdeu a primeira em casa, por 1 a 0 para o Grêmio, mas se reabilitou e em Porto Alegre, conquistou uma histórica virada de 2 a 1.

Campanha do Boca Juniors na Libertadores

O Boca Juniors ficou em segundo no grupo 8, com nove pontos. O time argentino enfrentou o Palmeiras, Junior Barranquilla e Alianza Lima. Veja os resultados, na ordem:

Alianz Lima 0 x 0 Boca Juniors

Boca 1 x 0 Junior Barranquilla

Palmeiras 1 x 1 Boca

Boca 0 x 2 Palmeiras

Junior Barranquilla 1 x 1 Boca

Boca 5 x 0 Alianz Lima

Boca no mata-mata

Nas oitavas de final, o Boca não teve dificuldades. Venceu em casa por 2 a 0 o Libertad e no jogo de volta, no Paraguai, fez 4 a 2. Nas quartas de final, o duelo foi contra o Cruzeiro. Em La Bombonera, o Boca venceu por 2 a 0 e depois empatou por 1 a 1 no Mineirão. E na semifinal, após superar o Palmeiras por 2 a 0 em casa, conseguiu empatar por 2 a 2 no Allianz.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.