Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Veja do que precisam as seleções para se classificar às oitavas da Copa do Mundo

Confira a situação dos oito grupos da Copa do Mundo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2018 | 16h58
Atualizado 28 Junho 2018 | 13h01

A terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo começou na segunda-feira com algumas seleções já garantidas nas oitavas de final e outras eliminadas. Entre as grandes potências que iniciaram a  terceira rodada ainda em busca da vaga estavam Brasil e Argentina, que avançaram e  a Alemanha, atual campeã, que ficou no meio do caminho. Veja a situação de cada um dos grupos e o que precisa acontecer para as seleções se classificarem. 

+ Veja a classificação da Copa do Mundo

+ Veja quais são os jogos e horários das oitavas de final da Copa do Mundo

+ Baixe e imprima a tabela do Mundial

Já existem dois jogos das oitavas de final com as duas seleções definidas. Líder do Grupo A, o Uruguai enfrenta Portugal, segundo do grupo B. E a Espanha, líder do grupo B, enfrenta a Rússia, segunda do grupo A. 

Os critérios de desempate caso duas ou mais seleções fiquem com a mesma pontuação são: Saldo de gols, 

Total de gols marcados, pontos conquistados nos jogos entre os times empatados, saldo de gols nos jogos entre os times empatados, gols marcados nos jogos entre os times empatados, fair play (número de cartões) e sorteio. 

O critério Fair Play terá uma pontuação para cartões amarelos e vermelhos e a forma com que foram recebidos. Amarelo, -1; dois amarelos e consequentemente o vermelho, -3; vermelho direto, -4 e vermelho direto para quem já tinha amarelo -5. 

GRUPO A (Rússia, Uruguai, Egito e Arábia Saudita)

Uruguai derrotou a Rússia por 3 a 0 e se classificou como primeiro colocado do grupo. Os anfitriões ficaram em segundo lugar, enquanto Egito e Arábia Saudita foram eliminados.

GRUPO B (Portugal, Espanha, Marrocos e Irã)

A Espanha terminou como líder do grupo, após empatar por 2 a 2 com o Marrocos e ficar à frente de Portugal pelo número de gols marcados (6 x 5). Os portugueses garantiram a classificação no sufoco, ao empatar por 1 a 1 com os iranianos, e levarem pressão nos minutos finais. O Marrocos ficou como lanterna do grupo, com apenas um ponto marcado e o Irã acabou em terceiro, com três. 

GRUPO C (França, Dinamarca, Peru e Austrália)

Classificada com uma rodada de antecedência, a França ficou na liderança com sete pontos, seguida pela Dinamarca, que fez cinco pontos e se classificou para às oitavas. O Peru ficou em terceiro lugar, com três pontos, após derrotar a Austrália por 2 a 0. Os australianos terminaram com apenas um ponto. 

GRUPO D (Argentina, Nigéria, Islândia e Croácia)

A Argentina conseguiu uma histórica vitória por  2 a 1 sobre a Nigéria, resultado que garantiu a equipe sul-americana nas oitavas de final graças a derrota da Islândia pelo mesmo resultado para a Croácia, que já estava classificada. 

GRUPO E (Brasil, Suíça, Sérvia e Costa Rica)

Brasil derrotou a Sérvia por 2 a 0 e garantiu a primeira colocação do grupo, com sete pontos. A Suíça ficou em segundo, com cinco pontos, depois de empatar com a Costa Rica por 2 a 2.

GRUPO F (Alemanha, Suécia, México e Coreia do Sul)

Atual campeã, a Alemanha deu um vexame e conseguiu ser eliminado com direito a vitória contundente da Coreia do Sul. A Suécia passou como líder do grupo, após derrotar o México, que ficou em segundo, ambos com seis pontos, mas os suecos levaram a melhor no confronto direto.

GRUPO G (Bélgica, Inglaterra, Panamá e Tunísia)

Bélgica e Inglaterra se enfrentam na busca pelo primeiro lugar do grupo, já que ambos estão classificados. No momento, belgas e ingleses estão empatados em saldo de gols e gols marcados. A Inglaterra tem dois amarelos e a Bélgica três. Se até nisso empatarem, a definição será em sorteio. Panamá e Tunísia estão eliminados.

GRUPO H (Japão, Senegal, Colômbia e Polônia)

A Colômbia venceu Senegal por 1 a 0, no confronto direto pela vaga e avançou em primeiro lugar, com seis pontos. O segundo ficou o Japão, que mesmo com quatro pontos, avançou por ter menos cartões amarelos recebidos do que o Senegal. A Polônia terminou na lanterna, mas pelo menos se despediu com vitória.  

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.