Velocidade será arma a do Paraná

Velocidade é o que o Paraná Clube pretende mostrar diante do Guarani, neste domingohoje, às 18 horas, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Durante os treinamentos da semana, o técnico Cuca chegou a cronometrar o tempo que os jogadores levavam para sair com a bola dominada da área e atingir o gol adversário. "Um jogador lento não tem espaço no futebol de hoje", decreta o treinador.Até agora, essa característica tem dado certo, pois o time conseguiu segurar o Santos na Vila Belmiro, arrancando um empate por 2 a 2, e derrotou o Atlético Paranaense por 3 a 0. "Queremos manter o time atacando, mas organizado", diz Cuca. Segundo ele, na última partida os jogadores mostraram terem assimilado sua orientação, pois a busca constante do ataque em nenhum momento deixou desguarnecida a defesa. "E temos a alegria e segurança de poder contar com os mesmos jogadores para esta partida."Cuca acredita que o Guarani deverá entrar em campo com muita disposição para se reabilitar da derrota para o Grêmio e em razão de o próximo jogo ser contra a Ponte Preta. Uma vitória dará mais ânimo e tranqüilidade para o clássico local. "A rivalidade lá é algo acima do normal", afirma. "Tenho confiança de fazer um bom jogo e medir forças com o Guarani."Segundo ele, qualquer resultado é natural, "desde que a gente jogue de igual para igual".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.