Reuters
Reuters

Vencedor do Prêmio Puskás, Wendell Lira se aposenta e vira youtuber de games

Na Bola de Ouro, ele já havia goleado o campeão mundial de 'Fifa 16'

O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2016 | 15h01

Seis meses após conquistar o Prêmio Puskás, dado ao autor do gol mais bonito do ano de 2015, o brasileiro Wendell Lira anunciou, nesta quinta-feira, que está se aposentando do futebol. O agora ex-atleta de 27 anos avisou oficialmente que está deixando os gramados para se dedicar a um novo ofício, no mínimo, curioso: ele quer ser um youtuber da franquia de games Fifa, principal simulador de futebol do mercado de vídeo-jogos.

"Hoje, eu estou tomando uma decisão importante na minha vida. Estou me aposentando do futebol. Estou parando em um momento bom da minha vida, creio que estou saindo por cima. Marquei meu nome na história do futebol, algo que é difícil de fazer e pela qual serei lembrado pelo resto da minha vida. Estou me aposentando hoje, saindo do futebol de vez, para dar início a uma nova etapa da minha vida", afirmou Wendell ao canal Rodrigol FC, do Youtube, que também fala sobre o game.

"A partir de hoje, sou um youtuber gamer do jogo Fifa. Estou entrando de cabeça neste ramo. É algo pelo qual sempre fui apaixonado, sempre fui viciado em vídeo-game e em jogos de futebol. Então, a partir de hoje, sou um gamer do Youtube também", revelou.

Após surpreender o mundo ao vencer o Prêmio Puskás de 2015, com um gol antológico marcado pelo Goianésia contra o Atlético-GO pelo Campeonato Goiano, Wendell, que estava sem clube, ganhou uma chance do Vila Nova. Porém, no clube goianiense, mais uma vez não conseguiu se firmar e foi dispensado após disputar apenas quatro jogos. Durante sua carreira profissional, que durou 9 anos, ele passou por 10 clubes e até chegou a jogar pela seleção brasileira Sub-20, mas sofreu muito com as lesões e as cirurgias.

Wendell ainda revelou que a decisão já estava tomada há pelo menos três meses: "Eu já acertei isso há muito tempo. Estou correndo atrás das coisas para montar o quarto do canal, que vai se chamar WLPSKS (em referência a 'Wendell Lira' e 'Puskás'). Bastante coisa foi trabalhada e pensada, foi algo demorado", concluiu.

'Desconhecido', Wendell Lira explodiu para o futebol após ter seu gol selecionado entre os 10 melhores do ano de 2015 pela Fifa. A história humilde de Wendell acabou atraindo a solidariedade e a simpatia de brasileiros e estrangeiros, que votaram e conseguiram colocá-lo na final do Prêmio Puskás. Na cerimônia da Bola de Ouro, na Suíça, o brasileiro desbancou o italiano Alessandro Florenzi e ninguém menos que Lionel Messi para faturar o prêmio de gol mais bonito de 2015.

No lance, Wendell tabelou com o meia Da Matta e foi lançado em um passe por cobertura. Após ter ultrapassado a linha da bola, o último recurso do jogador foi uma meia-bicicleta, executada com perfeição e que resultou em um incrível gol acrobático.

Após faturar o prêmio, ainda na cerimônia da Fifa em Zurique, Wendell Lira foi desafiado no próprio game 'Fifa 16' e teve de encarar o campeão mundial do jogo. O resultado? Uma goleada implacável de 6 a 1 para Wendell Lira, que voltou a espantar os presentes na festa e constrangeu o atual campeão, provando que leva jeito para os games.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolFifaVideogameBola de Ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.