Vendendo pano nas horas vagas

Para sorte do atacante Alex Alves, da Portuguesa, a vida não é apenas uma bola. Mesmo revoltado por estar há quatro meses sem receber o direito de arena, já é um dos artilheiros do Campeonato Paulista, com sete gols. A situação de penúria, porém, mudou sua rotina nos últimos dias. Embora tenha construído seu pé-de-meia nos campos de futebol, o jogador de 27 anos se viu obrigado a recorrer a um velho ofício para aumentar a renda:vender tecidos na loja do pai, no bairro do Brás.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.