Twitter / São Paulo FC
Twitter / São Paulo FC

Vendido a clube americano, Brenner se despede do São Paulo: 'Nos vemos em breve'

Atacante agradece ao tricolor paulista por dez anos no clube antes de ida ao FC Cincinnati

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2021 | 21h19

Quase uma semana após ser oficializado como reforço do FC Cincinnati, dos Estados Unidos, o atacante Brenner veio a público, nas redes sociais, para se despedir do São Paulo. Em sua mensagem, o jogador de 21 anos indicou que poderá voltar ao clube brasileiro no futuro: "Nos vemos em breve".

"Obrigado, São Paulo Futebol Clube. Foram muitos jogos na base, muitas conquistas. Foram mais de dez anos aqui, 4 mil minutos em campo no profissional, 73 jogos e 26 gols marcados. Cheguei aos 11 anos e saio aos 21 com a sensação de que a nossa história ainda não acabou", disse o jogador, em vídeo publicado em seu perfil no Instagram.

Entre lances, gols e comemorações, Brenner exaltou sua trajetória e sua ligação com o clube paulista. "Sigo meu caminho levando no coração todos que estiveram comigo nessa aventura. Muito obrigado a todos, nos vemos em breve", declarou o atleta, que reforçou na descrição da publicação: "Ainda não acabou".

Brenner teve sua transferência oficializada pelo São Paulo na sexta-feira passada. Sem entrar em detalhes, o clube brasileiro disse apenas que foi a maior venda de um jogador de um clube da América do Sul para o futebol norte-americano e que ainda continua com uma porcentagem sobre o jogador.

Apesar de não divulgar os valores, o São Paulo vai receber US$ 13 milhões (cerca de R$ 70 milhões) à vista, com possibilidade de o montante chegar aos US$ 15 milhões (R$ 80 milhões) se Brenner alcançar metas estabelecidas no contrato. A porcentagem citada pelo clube é de 20% em uma futura negociação caso o FC Cincinnati feche uma negociação em um valor superior ao pago ao São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.