Venezuela chega a La Paz para adaptação à altitude

Seleção do técnico César Farias está em La Paz, a 3.600 m, onde enfrentará a Bolívia no dia 6

EFE

26 de maio de 2009 | 16h20

A seleção venezuelana chegou nesta terça-feira a La Paz, onde fará um período de adaptação à altitude para a partida de 6 de junho contra a Bolívia, pela 13.ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo de 2010.

Veja também:

especialEliminatórias da Copa: leia mais no canal especial

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Diante da goleada de 6 a 1 dos bolivianos sobre a Argentina em La Paz - que trouxe novamente à tona a polêmica pela prática do futebol na altitude -, a comissão técnica venezuelana decidiu realizar primeiro a preparação em Quito, capital equatoriana e localizada 2.850 metros acima do nível do mar, e agora no local da partida, a 3.600 metros.

O objetivo do técnico César Farías é jogar de igual para igual no Estádio Hernando Siles. Por enquanto, o grupo tem muitos atletas jovens e apenas dois que atuam no exterior: o meio-campo Luis Manuel Seijas, do Independiente Santa Fé da Colômbia, e o atacante Giancarlo Maldonado, do Atlante do México.

Na história dos confrontos entre as duas seleções em La Paz, os venezuelanos já foram derrotado por 7 a 0, em 1993.

A Venezuela está na oitava posição das Eliminatórias Sul-Americanas, com 13 pontos. A Bolívia é penúltima com 12, metade dos conquistados pelo líder Paraguai.

Os quatro primeiros colocados das Eliminatórias Sul-Americanas garantem vaga na Copa do Mundo de 2010, enquanto o quinto disputará uma repescagem, com jogos de ida e volta, contra o quarto lugar do hexagonal final da Concacaf (Confederação das Américas do Norte, Central e do Caribe).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.