Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Venezuela surpreende na estreia e desbanca a favorita Colômbia

Seleção venezuelana faz 1 a 0 em uma das candidatas ao título

JOÃO PRATA, ESPECIAL PARA AE, Estadão Conteúdo

14 de junho de 2015 | 18h13

A Venezuela surpreendeu e derrotou a Colômbia por 1 a 0 neste domingo, em Rancagua, no Chile, na estreia das equipes no Grupo C da Copa América, o mesmo da seleção brasileira.

Considerado zebra na chave, o time venezuelano bateu um dos favoritos ao título pela primeira vez na história na competição. A equipe também obteve um triunfo inédito em estreias no torneio, o quinto incluindo todas as participações.

Para alcançar esses feitos históricos, a Venezuela tratou de reforçar a marcação no meio-campo e conseguiu anular o forte setor ofensivo adversário. James Rodríguez teve dificuldades para criar as jogadas no meio-campo e nas poucas vezes que conseguiu acionar Cuadrado, o veloz atacante esteve bem marcado.

Com isso, a bola pouco chegou a Falcao García. A única chance que o centroavante teve no primeiro tempo foi graças a uma falha da zaga adversária. No entanto, o camisa 9 errou ao tentar encobrir o goleiro Baroja.

Com uma boa postura defensiva, a Venezuela resolveu se arriscar ao ataque e foi quem criou a única chance clara na etapa inicial. Arango invadiu a área e tocou para Vargas que, livre, ajeitou e bateu cruzado de bico em cima do goleiro Ospina.

A história se repetiu no segundo tempo. A Venezuela começou melhor, passou a chegar com mais perigo e abriu o marcador aos 15 minutos. Após uma cobrança rápida de escanteio, Arango recebeu na ponta direita e cruzou para Guerra, que ajeitou de cabeça para Rondón marcar também de cabeça.

Os colombianos tinham dificuldades para criar. O técnico José Pekerman decidiu colocar o time no ataque com as entradas de Téo Gutiérrez e Jackson Martinez. O time melhorou um pouco. James Rodríguez, apagado, arriscou o primeiro chute a gol apenas aos 34 minutos, mas o goleiro Baroja mandou para escanteio.

A chance criada acordou os torcedores da Colômbia, em ampla maioria no estádio. Na base da raça, o time tentou buscar o empate, mas a heroica Venezuela manteve a força defensiva e segurou o resultado.

A Colômbia agora tentará a reação contra a seleção brasileira, quarta-feira, às 21h (horário de Brasília), em Santiago. A Venezuela enfrentará o Peru, na quinta-feira, às 20h30, em Valparaíso.

FICHA TÉCNICA:

COLÔMBIA 0 X 1 VENEZUELA

COLÔMBIA - Ospina; Zúñiga, Zapata, Jeison Murillo, Armero (Jackson Martínez); Carlos Sánchez (Cardona), Valencia, Cuadrado e James Rodríguez; Bacca (Téo Gutiérrez) e Falcao García. Técnico: José Pekerman.

VENEZUELA - Baroja; Rosales, Andrés Túñez, Vizcarrondo e Amorebieta; tomás Rincón, Luis Seijas (Franklin Lucena), Ronald Vargas (César González), Alejandro Guerra e Juan Arango; Rondón. Técnico: Noel Sanvicente.

GOL - Rondón, aos 15 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - James Rodríguez, Zuniga e Carlos Sánchez (Colômbia); Amorebieta, Luis Seijas, Vizcarrondo e Franklin Lucena (Venezuela).

ÁRBITRO - Andrés Cunha (Uruguai).

LOCAL - Estádio El Teniente, Rancagua (Chile).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.