Venezuelano vê "gatos" no Brasil

Logo após o término da partida em que seu time perdeu para o Brasil, por 1 a 0, o técnico da Venezuela, Nelson Carrero, levantou suspeitas sobre a idade real do time brasileiro. Segundo ele, o biótipo dos jogadores brasileiros não corresponde ao limite de idade imposto à categoria sub-20. "A boa-fé se presume, a má tem que ser provada. Mas, me chamou muito a atenção o biótipo de alguns brasileiros, que não corresponde ao de meninos de 20 anos", enfatizou Carrero na coletiva de imprensa, depois do jogo. Para ele, o time brasileiro se impôs mais pela força física "que por qualquer outra coisa".Carrero, que é advogado, disse que a falta de apoio dos dirigentes venezuelanos às categorias de base, o deixou "sem forças" para continuar no cargo depois do sul-americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.