Nike
Nike

Verde? Azul? Entenda a polêmica envolvendo a cor da chuteira do atacante Jô, do Corinthians

Especialista explica as nuances de tons que essa mistura de cores provoca no calçado; Jogador é multado pela diretoria do clube

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

21 de junho de 2021 | 16h42

A polêmica sobre a cor da chuteira utilizada pelo atacante Jô, do Corinthians, tem movimentado as redes sociais e provocado um longo debate. Por críticas dos torcedores à suposta cor verde do calçado, o jogador foi multado pelo clube do Parque São Jorge. Mas na descrição do produto, a Nike Mercurial Vapor 14 Elite, consta a cor azul como predominante.

"Existe uma complexidade por trás de tudo isso, pois são cores de baixa identificação. A cor luz, como o verde do semáforo, é uma coisa. A cor pigmento, como deve ser a da chuteira, é outra. Toda cor pode ser clara, e quanto mais clara, mais difícil perceber qual a base dela", explica Nelson Bavaresco, artista plástico e designer gráfico, diretor da Gerart Design e Recursos Visuais.

Especialista em cores, ele lembra que muitas vezes a percepção das pessoas pode ser influenciada por outros fatores. "Por exemplo, se no estádio acendem os refletores, pode mudar um pouco. As transmissões também podem provocar essas alterações. O cinema e a TV têm o recurso de saturar mais as cores. Dependendo da situação, às vezes as cores são alteradas, para dar mais ênfase de significado. Isso ocorre bastante no cinema", diz.

Ele reforça que por causa dos detalhes no logotipo da Nike e no solado em amarelo fazem com que a impressão seja de verde. "Acho que as cores estão um tanto misturadas, sem uma definição concreta se é esverdeada ou azulada. Aparentemente parece que tendem para verde, pelo reforço da área em amarelo", continua Nelson Bavaresco, do CECOR.

No momento da partida entre Bahia e Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, alguns torcedores começaram a reclamar que Jô estavam usando uma chuteira verde, algo "condenável" no clube porque é a principal cor do rival Palmeiras. A história tomou grandes proporções e o clube decidiu punir o atacante.

"A diretoria de futebol do Sport Club Corinthians Paulista comunica que conversou com o atacante Jô sobre a utilização das chuteiras na partida diante do Bahia, neste domingo (20). O atleta foi advertido, multado e não utilizará mais, seja em treinamentos ou em jogos", afirmou o clube em nota.

O jogador aceitou a punição e evitou entrar em atrito por causa disso. "Gostaria de deixar expresso nessa nota que eu jamais usaria uma chuteira verde, pela minha história dentro do Corinthians, que é o clube que amo e conheço desde pequeno. Não desrespeitaria a torcida e muito menos a tradição do time", afirmou.

Procurada, a Nike avisou que não iria se manifestar. Mas o próprio Jô fez questão de frisar que a chuteira utilizada não era verde. "A chuteira era azul turquesa, mas isso gerou uma polêmica desnecessária. Por isso quero pedir desculpas a todos. Jamais iria desrespeitar o Corinthians e muito menos a torcida! Sempre honrei essa camisa e sempre vou honrar", continuou o atleta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.