"Vergonha no Morumbi", diz o Clarín

O jornal argentino Clarín qualifica de ?uma vergonha? o tratamento recebido pelos jogadores do River Plate e seus torcedores em São Paulo, antes da partida em que a equipe perdeu por 2 a 0 para o São Paulo pelas semifinais da Copa Libertadores da América.?Um pouco antes do encontro, voltou-se a respirar este clima de Copa Libertadores de duas ou três décadas atrás?, diz a reportagem.O jornal afirma que a calma dos jogadores portenhos ?desapareceu? assim que saíram do hotel.?A 20 quadras do estádio, o microônibus que transportava o elenco foi atacado por torcedores do São Paulo com uma catarata de pedradas?, diz o texto, observando que ?o ônibus, curiosamente, não tinha escolta policial?.Dentro do estádio, segundo o La Nación, também de Buenos Aires, houve ?uma verdadeira batalha campal? nas arquibancadas quando torcedores argentinos tiveram um ?enfrentamento prolongado? com policiais paulistanos.A confusão começou quando ?torcedores do River haviam instalado uma bandeira que a polícia, de forma violenta, tentou tirar?, segundo o jornal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.