Versátil, Jean se diz ansioso por nova chance na seleção brasileira

Volante, que também pode jogar como lateral ou meia, deve ser titular contra a Rússia

ALMIR LEITE, Agência Estado

22 de março de 2013 | 12h33

GENEBRA - A versatilidade pode ajudar Jean a se firmar na seleção brasileira. Ele é volante, mas também joga como lateral-direito e meia, se precisar. Por isso, deve ganhar uma chance na equipe que vai enfrentar a Rússia segunda-feira, em Londres. A tendência é que, se não começar a partida, vai ganhar uns bons minutos durante o jogo para mostrar serviço.

Luiz Felipe Scolari deverá ter uma definição neste sábado pela manhã, no último treino em solo suíço antes da viagem para a Inglaterra. Jean passou a ser opção para a posição porque o treinador convocou apenas um lateral-direito de ofício, Daniel Alves, para os jogos contra Itália e Rússia.

Jean está ansioso pela oportunidade. Sob o comando de Felipão, entrou nas duas partidas realizadas, contra ingleses e italianos, mas em ambas no segundo tempo. Diz não se importar e afirma que seu negócio é garantir uma vaga na Copa das Confederações.

"Cada oportunidade que você tem na seleção é única e para mim não tem problema onde jogar", disse Jean nesta sexta-feira, antes do treino desta sexta - a atividade contou apenas com a presença dos jogadores que não começaram a partida contra a Itália ou que atuaram somente no segundo tempo do empate por 2 a 2 com a Itália, na quinta. "Sempre trabalhei muito como lateral, como volante e até como meia. Estou preparado para qualquer situação. O importante é servir à seleção."

Ele considera que no jogo contra a Itália a equipe evoluiu em relação à partida contra a Inglaterra, realizada em fevereiro, e, principalmente, mostrou estar no caminho certo. "Mudamos de uma partida para outra, a seleção teve maior poder ofensivo, um controle e posse de bola maior. Estamos crescendo."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraJean

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.