Vice de futebol vai cobrar elenco são-paulino em reunião

Ataíde Gil Guerreiro não se conforma com o fracasso diante do Bragantino e pretende colocar o elenco e Muricy contra a parede

FERNANDO FARO, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2014 | 12h09

O fiasco diante do Bragantino na Copa do Brasil ainda renderá um duro golpe aos jogadores do São Paulo. O vice de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro, não pretende deixar o resultado negativo passar em branco e fará nesta sexta-feira uma reunião com os jogadores e comissão técnica para cobrar reação após o fraco desempenho contra o Bragantino, quarta, em que o time caiu por 3 a 1, de virada, em pleno Morumbi.

O encontro só não acontecerá nesta quinta porque o dirigente precisou viajar ao Rio a negócios, mas assim que estiver de volta vai enquadrar o grupo, que tem pela frente o clássico com o Palmeiras, domingo, no Pacaembu, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. No Nacional, o São Paulo está bem, com 23 pontos, mas agora eliminado da Copa do Brasil.

Ataíde ficou transtornado com a apatia do São Paulo e já no vestiário discutiu duramente com alguns jogadores, com o técnico Muricy Ramalho e até com o presidente Carlos Miguel Aidar, com quem ficou irritado pelo fato de ele ter confirmado a negociação com o Barcelona para vender Douglas.

O clima no clube é ruim após mais uma eliminação para um rival menor. Antes do vexame na Copa do Brasil, o São Paulo amargou queda para a Ponte Preta, já rebaixada para a Série B, na semifinal da Copa Sul-Americana do ano passado, assim com perdeu em casa para a Penapolense nos pênaltis, por 5 a 4, e deu adeus ao Campeonato Paulista após empatar por 0 a 0 no tempo normal em um jogo no qual deu apenas um chute a gol.

A reapresentação do elenco está marcada para acontecer às 15h30 desta quinta-feira no CT da Barra Funda. Também nesta quinta, o clube apresenta como reforço o meia Michel Bastos, contratado por um ano e meio junto ao Al Ain.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.