Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Vice do Grêmio detona Barcelona por foto com Arthur: 'Prepararam uma armadilha'

'O Grêmio não foi comunicado de nenhum interesse do Barcelona', garantiu o dirigente

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2017 | 15h54

A diretoria do Grêmio se revoltou com o vazamento de uma foto do volante Arthur com uma camisa do Barcelona ao lado de um representante do clube espanhol. Neste sábado, o vice-presidente de futebol Odorico Roman concedeu uma entrevista coletiva, em Porto Alegre, para falar sobre o tema. E foi severo com o time europeu.

+ Leia mais notícias sobre o Grêmio

+ Lesão tira Arthur do Mundial e Grêmio ainda pode ter desfalque de Geromel

Irritado com a postura do Barcelona, Odorico Roman vetou qualquer negociação com o clube espanhol. Também defendeu o atleta, que não seria culpado pela foto, e alegou que o time da Catalunha preparou uma armadilha.

"O Grêmio não foi comunicado de nenhum interesse do Barcelona. Eu quero deixar bem claro que o Arthur é um ídolo do Grêmio, um jogador muito querido no Grêmio e na torcida. Foi envolvido por algumas pessoas que agiram de forma muito inadequada, desrespeitando o Grêmio", criticou o dirigente, reforçando a sua defesa ao jogador. "Sabemos que o Arthur respeita o Grêmio, temos um carinho enorme por ele. Isso não passa por ele".

O dirigente também assegurou que o atleta só defenderá o Barcelona se a multa for paga. "Como não foi procurado para negociar, o Grêmio não negocia com o Barcelona. Se o Barcelona quiser o Arthur, existe uma cláusula rescisória, eles depositam e, se tiverem um acerto, eles levam o jogador. Mas, do meu ponto de vista, eles não vão levar o jogador negociando com o Grêmio".

Questionado se o Grêmio vai levar o caso à Fifa, o dirigente explicou que o departamento jurídico ainda está analisando. E opinou: o clube espanhol armou uma armadilha para o jogador. "Foi uma forma inadequada de se portar do Barcelona. Claramente pessoas prepararam uma espécie de armadilha para o jogador e alguém divulgou a imagem".

Odorico Roman ainda detalhou a versão do Grêmio para o episódio. "O presidente foi comunicado que alguns representantes do Barcelona gostariam de conhecer o Arthur. Foi isso. Ponto final. O Grêmio não autorizou porque não cabia a ele autorizar", completou.

Arthur foi um dos grandes destaques gremistas na conquista da Copa Libertadores. Mas, devido a uma grave lesão no tornozelo esquerdo, ele está fora do Mundial de Clubes da Fifa. Curiosamente, o possível adversário do clube gaúcho em uma eventual decisão seria o Real Madrid, grande rival do Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.