Vice do Milan defende Ronaldinho e garante Leonardo

Depois de Ronaldinho sair vaiado no empate em 0 a 0 entre Milan e Livorno, sábado, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, saiu em defesa do brasileiro e afirmou que ele não é o único problema da equipe italiana.

AE, Agencia Estado

14 de setembro de 2009 | 15h35

"Ronaldinho não é culpado de todos os males do Milan. E depois, vamos devagar com estes males, porque estamos somente no inicio da temporada", afirmou Galliani, que também afastou qualquer possibilidade de demitir o técnico Leonardo.

"Leonardo é muito forte, goza da confiança do presidente Berlusconi, goza da minha confiança, total e absoluta, para que se sinta confortável e faça seu trabalho muito bem", disse o vice-presidente, para em seguida cobrar algumas mudanças na equipe. "Acho que algum mecanismo precisa ser mexido, mas o treinador sabe disso".

Apesar do mau início de Campeonato Italiano - quatro pontos em apenas três partidas -, Galliani espera que o Milan tenha bom desempenho na Liga dos Campeões. "A Champions é o nosso habitat. Neste milênio, somos a única equipe da Europa a ter feito três finais. Esperamos que a tradição nos ajude", completou.

O Milan estreia na Liga dos Campeões nesta terça-feira contra o Olympique de Marselha, fora de casa, pelo Grupo C. Completam a chave o Real Madrid e o Zurique.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.