EFE
EFE

Vicente Del Bosque admite preocupação com lesão de Arbeloa

Lateral da seleção espanhola pode ficar afastado dos gramados por dois meses devido a lesão no joelho

AE, Agência Estado

14 de março de 2014 | 16h36

MADRI - O técnico Vicente del Bosque demonstrou preocupação, nesta sexta-feira, com a lesão sofrida pelo lateral-direito Alvaro Arbeloa. O jogador do Real Madrid revelou, mais cedo, que poderá ficar afastado dos gramados por até dois meses por causa de uma lesão no joelho, sofrida no último sábado. Com isso, o jogador se tornou preocupação da Espanha para a disputa da Copa do Mundo de 2014.

"Tomara que ele possa estar em condições para a Copa", comentou o treinador, que deixou o jogador de fora da convocação para o amistoso contra a Itália, realizado na semana passada. "Não existe uma lista definitiva. A lista de outro dia era só para o jogo contra a Itália, e queríamos ver o Azpilicueta na lateral direita. Alguém teria que ficar de fora", explicou o treinador, em entrevista à Rádio Marca.

Arbeloa, de 31 anos de idade, tem sido convocado regularmente para defender o seu país desde que ajudou a Espanha a conquistar a Eurocopa de 2008. Embora a Copa do Mundo só aconteça entre junho e julho, depois do prazo final previsto para Arbeloa voltar aos gramados, Vicente del Bosque anunciará a lista de convocados para o Mundial em 25 de maio, daqui a pouco mais de dois meses.

"As competições são muito duras, são realizadas partidas a cada três dias. As partidas são muito duras e temos que estar preparados para se alguém se machucar", ponderou Del Bosque. "Todavia, faltam três meses para o Mundial e esperamos que não haja contratempos que mudem nossos planos", continuou.

Na entrevista, Del Bosque tratou de vários temas, incluindo Diego Costa. "Avançamos com a integração dele ao grupo, dentro do ambiente, e nisso ganhamos. Contra a Itália, no campo, não foi o melhor Diego Costa. Mas estou certo de que vai se adaptar e pode nos ser muito útil."

Por conta da atuação ruim do brasileiro naturalizado no amistoso contra a Itália, cogita-se na Espanha a escalação do time com um "falso centroavante". Del Bosque admite a possibilidade. "Claro que pode ser. Na final da Eurocopa, não apenas tivemos o Cesc (Fabregas) como falso centroavante, como também jogamos com um falso ponta direita (Iniesta) e um falso ponta esquerda (David Silva). Buscaremos a melhor solução levando em conta um pouco o rival." De qualquer forma, o treinador confirmou que Fabregas pode ser convocado para ser um terceiro centroavante do elenco. "Mas ainda não tomamos a decisão", avisou.

Atual campeã do mundo, a Espanha fará parte do Grupo B da Copa de 2014 e irá estrear na competição em 13 de junho, contra a Espanha, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Em seguida, os espanhóis pegarão o Chile, no dia 18, no Maracanã, antes de fechar participação na primeira fase contra a Austrália, no dia 23, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.