Vicente Del Bosque evita desculpas: 'Brasil foi melhor'

Técnico espanhol diz que sua seleção teve azar no começo da partida e no fim do primeiro tempo, quando sofreu gols

AE, Agência Estado

30 de junho de 2013 | 21h29

RIO - Dona do melhor futebol do mundo, a Espanha foi dominada pelo Brasil na final da Copa das Confederações, neste domingo, no Maracanã. Nos números, foi melhor - deu 15 chutes a gol contra 14 dos brasileiros, teve oito escanteios a favor e maior posse de bola -, mas no campo, foi absolutamente inferior.

Tanto o Brasil foi melhor que Vicente Del Bosque nem procurou desculpas para a derrota. Só lamentou o momento em que saíram os gols. "Não quero minimizar nem arranjar desculpas para a vitória do Brasil, que foi melhor, mas é verdade que tivemos um pouco de azar no começo da partida e no final do primeiro tempo, quando sofremos os gols", disse ele.

       

Para o treinador, que levou a Espanha ao título da Copa do Mundo e da última Euro - Luis Aragonés comandou o primeiro título europeu, em 2008 -, o Brasil mereceu ser campeão em casa. "O Brasil mostrou mais energia em cada ação, tem que receber os parabéns. Eu saio feliz com meus jogadores, que se entregaram ao máximo e fizeram uma boa competição", comentou Del Bosque, ainda no gramado do Maracanã, antes da cerimônia de premiação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.