Victor defende Roth e pede atenção contra o Cruzeiro

Um dos líderes do elenco do Grêmio, o goleiro Victor saiu em defesa do técnico Celso Roth nesta quinta-feira. Em entrevista coletiva no Olímpico, o titular da meta gremista lembrou que a equipe, apesar dos 16 gols sofridos nos 12 jogos desde a chegada do comandante, venceu em metade das vezes em que entrou em campo.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2011 | 19h15

"Isso foi ocasionado por três jogos de desequilíbrio, quando sofremos 10 gols, contra Corinthians, Ceará e Vasco. Se olharmos por outro lado, foram seis vitórias nesses 12 jogos, quando o Grêmio tinha até então somente três vitórias. Então isso mostra a evolução do time", analisou o goleiro.

Neste domingo, o Grêmio recebe o Cruzeiro no Olímpico, palco no qual perdeu para o Botafogo, há uma semana, mas onde mantinha, até então, uma série de quatro vitórias e apenas um gol sofrido no comando de Celso Roth. Em contraste a isso, o Cruzeiro não vence fora de Minas Gerais desde o final de julho. Como visitante, além do clássico contra o Atlético-MG, só venceu outros dois rivais: Vasco e Corinthians, líder e vice do Brasileirão.

"A gente vai pegar um adversário motivado, que tem jogadores de qualidade, mas que está passando por um momento difícil e tem ótimos jogadores. Não podemos nos descuidar", comentou Victor, lembrando que o Cruzeiro fará seu primeiro jogo sob o comando de Vagner Mancini. "Cria-se uma expectativa em cima do novo treinador, mas nós temos que estar preparados para tudo, nos motivarmos ainda mais pra chegarmos no domingo e não darmos chance ao Cruzeiro", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.