Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Victor Ferraz diz que técnico do Santos é 'unanimidade' no elenco

Lateral reforça que jogadores torcem por Marcelo Fernandes

O Estado de S. Paulo

09 de junho de 2015 | 07h00

A série de quatro jogos sem ganhar do Santos pelo Campeonato Brasileiro deixa o técnico Marcelo Fernandes pressionado no cargo. O jogo contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, nesta quarta-feira, pode ser fundamental para a permanência do comandante, que segundo o lateral Victor Ferraz, tem apoio total do elenco.

"Desde que o Marcelo assumiu, ele é unanimidade entre os jogadores pela forma como nos trata e coloca em campo. Temos corrido por ele", garantiu o atleta. Marcelo Fernandes está no cargo desde março, quando Enderson Moreira foi demitido, e apesar da desconfiança, levou o clube ao título do Campeonato Paulista.

Nas últimas partidas foram dois empates e duas derrotas do Santos, retrospecto que coloca o clube na 16ª posição, uma acima da zona de rebaixamento. "Sinceramente, apesar dos maus resultados, temos tido uma postura boa nos jogos. O resultado não é o que a gente quer, mas temos capacidade de brigar por coisa maior", defendeu o lateral, que lamentou o azar do time nos últimas partidas.

Para Victor Ferraz, o elenco também tem culpa pela má fase. "Sempre sobra para o treinador quando os resultados que se espera não acontecem. Ele sofre a consequência, mas também sabemos da nossa parcela de responsabilidade", comentou. Em caso de derrota, o Santos pode entrar na zona de rebaixamento no fim da rodada. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.