Vida de Maradona vai virar filme

A vida de Diego Armando Maradona, internado desde domingo em Buenos Aires após sofrer uma grave crise cardíaca, será transformada em filme, que retratará a vida do ex-jogador desde a overdose que quase o mata em janeiro do ano 2000 até os dias de hoje. O filme - dirigido pelo italiano Marco Risi - é uma co-produção ítalo-hispano-argentina que reúne a Globomedia, Telefónica Contenidos e Pol-ka. A obra começaria no momento "em que Maradona sentiu a morte de perto", no início do ano 2000, para depois fazer um flash back mostrando sua infância e adolescência, até sua consagração nos anos 80. "El Pibe de Oro" (O Garoto de Ouro), como ele é chamado por seus fãs, já foi protagonista de diversos filmes. Na Argentina, participou de "O dia em que Maradona encontrou-se com Gardel", de 1996, uma história surrealista na qual o ex-jogador tenta salvar o falecido cantor das garras do demônio. Neste caso, Maradona, um mito argentino, salva Gardel, outro mito. Na Itália, o carismático Maradona foi o centro de filmes como "Tifosi" (Torcedores), de 1999, dirigida por Neri Parenti, que trata das aventuras de um grupo de malucos torcedores e um ladrão fanaticamente maradoniano em Nápoles. A lista é ampla e inclui "Santa Maradona" e "Ho Visto Maradona", entre outras. As filhas de Maradona herdaram sua veia artísticas. As duas meninas, Dalma e Giannina, participaram em diversas telenovelas infanto-juvenis. Os críticos afirmam que as duas - especialmente a mais velha - possuem talento para o metier.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.