Jorge Saenz/AP
Jorge Saenz/AP

Vidal termina 2ª rodada da Copa América como artilheiro isolado

Chileno se envolveu em acidente e quase foi cortado do torneio

EFE

19 de junho de 2015 | 10h24

O chileno Arturo Vidal, que se envolveu em polêmica após acidente automobilístico dois dias atrás, terminou nesta quinta-feira como artilheiro da segunda rodada da Copa América, que segue tendo apenas a presença de Neymar e Douglas Costa, entre os brasileiros.

O "Rei Arturo", como os compatriotas do meia da Juventus o chamam, balançou as redes três vezes na competição, sendo duas no jogo desta segunda-feira, contra o México, que terminou empatado por 3 a 3. Outro que marcou dois gols neste duelo foi o atacante mexicano Matías Vuoso, vice-artilheiro.

O chileno Eduardo Vargas e o argentino Sergio Agüero, que também ocupam a segunda colocação na classificação de goleadores, também marcaram na rodada. O atacante do Manchester City fez o gol da vitória 'albiceleste' sobre o Uruguai por 1 a 0.

O Brasil passou em branco nesta quarta-feira, quando perdeu para a Colômbia por 1 a 0, com isso, nenhum jogador melhorou sua posição na tabela. Neymar, suspenso para o jogo contra a Venezuela - pelo menos -, terminará a primeira fase com apenas um gol, marcado na vitória sobre o Peru, na rodada de abertura.

Confira a artilheria da Copa América:

Com 3 gols: Arturo Vidal (Chile).

Com 2 gols: Sergio Agüero (Argentina), Matías Vuoso (México) e Eduardo Vargas (Chile).

Com 1 gol: Claudio Pizarro e Cristian Cueva (Peru), Jeison Murillo (Colômbia), Raúl Jiménez (México), Miller Bolaños e Enner Valencia (Equador), Ronald Raldés, Martin Smedberg e Marcelo Moreno (Bolívia), Salomón Rondón (Venezuela), Neymar e Douglas Costa (Brasil), Edgar Benítez, Lucas Barrios e Nelson Valdez (Paraguai), Lionel Messi (Argentina) e Cristian Rodríguez (Uruguai). 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.