Vídeo mostra abordagem e assassinato de fundador da Mancha Verde

Moacir Bianchi foi morto com 16 tiros em emboscada no Ipiranga, na madrugada de quinta-feira

O Estado de S. Paulo

02 de março de 2017 | 21h50

O empresário Moacir Bianchi, um dos fundadores da Mancha Verde, há 34 anos, foi assassinado na madrugada desta quinta-feira no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Dois carros participaram do crime. O primeiro, um táxi, posicionado à frente do veículo de Bianchi. Já o segundo, tinha duas pessoas. Uma delas desceu e fez os disparos. 

A morte dele levou a torcida organizada, a principal do Palmeiras, a comunicar nesta quinta-feira o encerramento das atividades por tempo indeterminado. "Uma pessoa que tanto lutou para que a Mancha Verde pudesse se tornar uma grande torcida, e para que a torcida do Palmeiras fosse respeitada. Moacir fez da Mancha Verde a sua vida", diz comunicado da Mancha no Facebook.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.