Vieri defende o companheiro Ronaldo

O atacante italiano Christian Vieri, da Internazionale, defendeu nesta sexta-feira seu companheiro de clube e amigo Ronaldo, que recebeu críticas sobre sua condição física. "Que se espera dele? Que chute mil vezes na partida e faça uns três gols? Para ele, é importante treinar conosco e jogar alguns minutos em cada partida", disse Vieri, depois da eliminação do time de Milão na Copa da Itália, ao empatar com a Udinese.Ronaldo jogou cerca de 20 minutos no segundo tempo do jogo contra a Udinese. Vieri justificou a sua atuação pálida dizendo que "a tensão da partida é muito alta e depois de um longo período de ausência dos campos é normal não se estar rapidamente no máximo de sua forma física, mas sinto que ?Ronie? está bem."Ao ser perguntado sobre se com Ronaldo em campo a Inter corre mais riscos, o atacante italiano foi enfático: "Quem corre riscos são os adversários, pois se houver oportunidade, Ronaldo fará gol. Pode ser que ele esteja com uma condição física abaixo do resto do elenco, mas não podemos esquecer que ele é um dos melhores do mundo. O único risco com Ronaldo em campo é ele marcar um gol."Apesar de todos os elogios ao atacante brasileiro, Vieri, porém, não quis afirmar que deseja vê-lo começar um jogo: "Quem decide isso é o técnico, os médicos do clube e ele. Eu não decido essas coisas".A decisão de escalar Ronaldo no lugar de Kallon, no segundo tempo do jogo Inter e Udinese, foi criticada pela imprensa italiana. A Gazzetta dello Sport escreveu que o treinador Héctor Cúper se equivocou "feio" ao mandar em campo "um Ronaldo que não está em condições de jogar partidas decisivas." O Corriere dello Sport qualificou a decisão de "altamente discutível".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.