Vieri será investigado pela Uefa

A União Européia de Futebol (Uefa) abriu, nesta quarta-feira, uma investigação sobre o atacante Christian Vieri, da Internazionale, de Milão, por supostas frases racistas desferidas contra o atacante congolês Lomana Lua Lua, do Newcastle, da Inglaterra. A acusação foi apresentada à entidade pelo clube inglês, segundo o qual o incidente ocorreu quando faltavam dois minutos para o fim da partida válida pela Copa dos Campeões, na terça-feira, que terminou empatada por 2 a 2 no Giuseppe Meazza, em Milão. ?Uma decisão seguramente será tomada no dia 21, com uma apelação limite no dia 3 ou 4 de abril?, informou o porta-voz do organismo europeu, Mike Lee. O italiano Vieri negou ter insultado o adversário. ?Apesar de estarmos em um momento nervoso da partida, nego ter pronunciado ofensas racistas?, disse. ?Tudo isso explodiu quando a partida havia terminado. Em campo, Lua Lua não disse nada e não teve nenhuma reação?, contou o atacante. ?Somente tentei afastá-lo da confusão?, acrescentou o jogador da Inter. Vieri não poderá jogar na quarta-feira contra o Bayer Leverkusen, na Alemanha, em uma partida chave para o time italiano tentar obter uma vaga para as quartas-de-final da Copa dos Campeões. Ainda durante a partida de terça-feira, torcedores da Inter ofenderam com palavras racistas outro jogador negro do Newcastle: a vítima foi Titus Bramble.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.