Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Vigilância Sanitária aprova Flamengo e vê 11 infrações em CTs de rivais cariocas

Órgão atesta que time-rubro tem cumprido regras de higienização para evitar o contágio do novo coronavírus

Redação, Estadão Conteúdo

24 de junho de 2020 | 11h51

Favorável ao retorno do Campeonato Carioca, o Flamengo vem seguindo os protocolos de saúde em suas dependência, de acordo com a Vigilância Sanitária ligada à prefeitura do Rio de Janeiro. A entidade vistoriou o Centro de Treinamento rubro-negro e avaliou que o local "estava em conformidade com as regras" sanitárias relacionadas à pandemia do novo coronavírus.

No entanto, os demais clubes não podem dizer o mesmo. A Vigilância Sanitária detectou 11 infrações nas dependências de Bangu, Botafogo, Fluminense, Madureira, Portuguesa e Vasco. Foi estabelecido um prazo, não divulgado, para as equipes corrigirem as falhas a tempo de uma segunda vistoria, ainda mais detalhada.

"Foram identificadas cabines de higienização, ausências de dispensadores de álcool em gel e sabão líquido em lavatórios, de álcool em gel nas áreas de acesso e circulação, lixeiras inoperantes e falta de lixeiras com tampas acionadas por pedal, ausência de funcionários de limpeza, e ausência de cartazes informativos sobre as Regras de Ouro para a prevenção da covid-19", analisou a Vigilância Sanitária municipal, em sua avaliação sobre os rivais do Flamengo no Carioca.

Outro pedido da entidade se referiu aos túneis de desinfecção, algo que vem se tornando comum nos clubes brasileiros na retomada das avaliações físicas e dos treinos. A prefeitura pediu para que fossem retirados porque não são considerados eficazes na luta contra a covid-19.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.